A cultura da pegada parte 1

Se um homem quiser se destacar no mercado sexual, ele precisa dizer que tem pegada e se desdobrar para provar que tem “a pegada”.

Mas o que afinal é a “pegada”?

Na mente feminina, a pegada é pra mulher, assim como a sedução é para o homem.
Nas redes sociais, principalmente o Facebook, as mulheres adoram ficar compartilhando fotos e textos sobre a pegada.
Mas nas fotos sempre tem um Alfa, nunca um Beta.
A cultura da pegada nada mais é do que um dos maiores símbolos da arrogância e do profundo complexo de superioridade da mulher atual.
A pegada pode ser qualquer coisa, mas na maioria das vezes significa que o homem tem mais poder sexual do que a maioria e que consegue comer mais do que os outros, resumindo, o homem que tem pegada é o fodão, aquele que come uma por dia sem precisar se esforçar pra isso.

O mercado fez “pegar” a cultura da pegada!

O mercado através da mídia criou toda uma cultura em torno da pegada.
Para quem não sabe, o mercado essa entidade abstrata, nada mais é do que as forças econômicas que movem o mundo.
Aos homens que dominam o mercado só interessa uma coisa, o lucro!
Por trás da cultura da pegada existe um mercado bilionário que se intensificou.
Academias, carros, remédios para aumentar a performance sexual, perfumes, anabolizantes, enfim, a cultura da pegada obrigou o homem a se esforçar e gastar ainda mais para satisfazer os requerimentos mínimos de exigências que as mulheres fazem para fornecer sexo atualmente.

A perda de valores e a futilidade na cultura da pegada.

A cultura da pegada demonstra o quanto a mulher brasileira é fetichista (talvez somente as mulheres dos EUA sejam mais fetichistas) e o quanto a mulher brasileira é fútil, e essa cultura é extremamente maléfica para o homem.
A pegada, nada mais é do que uma espécie de fetiche, porém voltado exclusivamente para satisfazer o ego feminino e também é só mais uma forma que as mulheres acharam para exercitar o seu domínio sobre os homens.
As mulheres quando estão dando, exigem que o homem segure, aperte e bombe com muita força e em alguns casos elas até se machucam.
Mas é isso mesmo que elas querem, um sexo exagerado, que as deixe com o corpo dolorido por causa do sexo selvagem.
Elas querem ficar se lembrando do quanto foram comidas com força no dia anterior e isso faz elas se sentirem mais desejadas.

A mulher exige pegada do homem porque o homem comum pra ela já não serve para mais nada.
Elas querem mesmo é diversão, entretenimento, fortes emoções!
O homem se transformou em um parque de diversões para a mulher atual e com entrada paga pelo próprio, e o homem tem que demonstrar de forma exagerada o quanto deseja a mulher e isso as diverte muito.
A mulher usa a cultura da pegada como uma espécie de termômetro, no qual ela mede os sacrifícios que os homens são capazes de fazer para ficar com ela.
Dessa forma a mulher se diverte e o ego dela só aumenta, e o do homem só diminui.

Se o homem não come a mulher com força, é imediatamente taxado por ela de “fraco” e ela comenta com as amigas e destrói a reputação desse homem.
Até criaram uma música no qual elas dizem:
“Bota com raiva!!”
Mas se o cara arregaça a mulher, ela conta para as amigas (e inimigas) e esse homem tem 70% de chances de “passar o rodo” e comer geral.

Como eu disse na primeira parte do post A mente doentia das mulheres, eu me recusei a continuar comendo mulheres paranóicas e masoquistas, que adoram apanhar e que exigem pegada a todo momento do homem.
Eu tenho por natureza, mais testosterona e muita pegada.
Mas se mesmo pra mim é extremamente difícil ser o “fodão” em tempo integral, imagine para os homens que são naturalmente mais românticos e pacatos.
Para esses homens é impossível cumprir essa exigência absurda que as mulheres fazem.
Para elas aceitarem manter um relacionamento fixo, o homem precisa ter desempenho de ator pornô e tem que ser “mau” o tempo todo pra garantir o respeito e a admiração da mulher e consequentemente garantir uma fonte de sexo regular, e não um sexo que venha a conta gotas e sem vontade.
Isso também demonstra o quanto a mulher atual está paranóica, e isso tende a piorar muito.
É bom deixar claro, que no pensamento da mulher, somente os Alfas tem pegada.

Para a mulher, a demonstração por parte do Beta que tem pegada ou que teoricamente tem, é repulsiva.
A mulher só permite que os Betas demonstrem ter pegada quando é do interesse dela.
Quando ela acredita que o provedor tem condições e vontade de pagar mais coisas pra ela, aí sim ela permite o acesso a esse Beta.
Se um homem que não desperta o desejo sexual da mulher demonstra ter pegada, ela o acusa de estupro ou assédio e até ele provar e se conseguir provar a própria inocência, já teve a sua vida destruída por essa mulher.

Pelo fato do complexo de superioridade da mulher estar só aumentando a cada dia, elas estão se sentindo cada vez mais seguras e com isso estão se abrindo mais (em todos os sentidos).
No mundo virtual, as mulheres estão falando abertamente que só aceitam manter um relacionamento fixo com um homem que tenha pegada!

Porque as mulheres são fetichistas

O homem mais experiente deve ter notado que as mulheres são paranóicas e extremamente fetichistas.
A mídia exacerbou muito essa condição natural da mulher de só querer fornecer sexo para o homem em condições predeterminadas por ela.
Isso ocorre porque a mulher não gosta de sexo e não gosta do corpo do homem.
O fetiche, nada mais é do que uma desculpa, uma espécie de “escudo” que a mulher utiliza para não fazer sexo a todo momento.
Esta crescendo cada vez mais aquele tipo de mulher que quando vai dar, se enfia lá no banheiro e só sai 1 hora depois e toda cheia de acessórios no corpo.
E eu não estou falando de uma “inocente” cinta liga não, estou falando de uma verdadeira parafernália!

E tem aquele tipo de mulher que tem tara em dar dentro de carro, e só dá se o homem tiver carro e nem adianta tentar argumentar.
Se o cara insistir em ir para algum lugar mais reservado, nem chupeta ela faz e o sujeito volta pra casa e se acaba na punheta.
Muito difícil encontrar uma mulher que gosta de dar estando completamente “nua” sem apetrechos especiais, vibradores, fantasias, roupas…
E aqueles gelzinhos de merda que só servem para fazer o seu pau arder porque nada mais são do que óleo de cozinha (isso mesmo) com aromatizastes e perfumes, enfim, sem um monte de “equipamentos” especiais que elas adoram usar.
A mulher fetichista não gosta de sexo!
As mulheres podem, com toda a sua gigantesca capacidade de argumentação (ok, estou sendo irônico agora) dizer que os homens também são fetichistas porque só querem comer as “gostosonas” com peitões e bunda grande.
Mas raramente um homem vai deixar de fazer sexo com uma mulher porque ela não tem uma bunda grande ou peitos de silicone.
As mulheres dispensam violentamente os homens que elas acham “desinteressantes”.
O homem come qualquer tipo de mulher, e as vezes nem quer saber o nome dela.
Isso acontece porque o homem gosta de sexo.
O homem venera o corpo feminino.
Na internet existem milhares de comunidades, blogs, sites pornos, que os homens entram todos os dias e não se enjoam de ver milhares de vezes as mulheres fazendo as mesmas coisas.
Mas o mesmo não ocorre com a mulher, somente os gays compram pornografia exclusivamente masculina.
Mulher não liga para ver filme pornô, em pleno século 21 com toda a facilidade que elas tem de poder ter acesso a pornografia e no máximo elas olham algumas coisas por curiosidade, e dificilmente ficam excitadas quando assistem.
Quando uma mulher assiste um filme pornô, ela fica o tempo todo reparando no corpo da outra mulher e apontando os supostos defeitos que a “atriz” talvez tenha.
A mídia, ao diminuir brutalmente o valor social do homem tornou as mulheres muito mais fetichistas.

Muitas mulheres não admitem que são frígidas e apelam para o fetichismo.
O fetichismo feminino é muito incentivado pela mídia porque é extremamente lucrativo.
Bilhões são gastos com o fetiche feminino e na maioria das vezes quem paga essa conta são os homens, porque querem agradar as mulheres.
Quando sua parceira vier pra cima de você com aquele papinho furado de que adoraria ganhar aquela merda que vende no sexshopp, saiba que é porque ela não tem tesão verdadeiro em você e precisa se utilizar de coisas artificiais para sair da inércia sexual dela!
A mulher atual está tão paranóica que só consegue ficar excitada com um “super-homem” aquele homem que tem características típicas de um macho dominador e muitas vezes violento.
Sem uma situação fetichista, o sexo pra mulher fica insuportável.
As “casas” de swing estão crescendo muito, são um fenômeno, uma verdadeira fábrica de dinheiro para seus donos.
Mas isso ocorre porque as mulheres não só aceitam ir nesses lugares, como muitas ainda estão convencendo os seus provedores a também gostarem de fazer surubas.

Toda mulher é uma bissexual em potencial.
Quando elas vão nesses lugares, elas ficam extremamente excitadas com as outras mulheres que estão dando para vários caras ao mesmo tempo.
Elas não ficam excitadas somente com os homens, muitas nem ligam para os homens.

Se o homem não for rico, famoso, bandido ou um cara musculoso, elas não conseguem ficar excitadas.
Na tv elas berram, choram, desmaiam, dão a calcinha e o cu para os “artistas”, jogadores de futebol, cantores, aliás, é impressionante a tara que as elas possuem por cantores.

Enquanto isso, milhares de homens “normais” ficam encaixotados esperando apenas uma abertura, uma chance de conseguir uma namorada ou talvez até uma esposa.
As mulheres não só aceitam, como adorariam fazer parte do harém que os homens famosos e poderosos possuem.
Cantor de funk Mister Catra e seu harém.

Enquanto você vê aqueles preservativos na sua carteira perderem o prazo de validade, os “artistas” comem milhares.

Observem nos comentários femininos que a maioria das mulheres apóiam e dizem ser “normal”.
Mas se fosse um homem humilde, sem dinheiro e poder, essa opinião delas mudaria totalmente.
As mulheres sempre são muito ambivalentes.
São dois pesos e duas medidas sempre, vai de acordo com o interesse delas.
As mulheres agem dessa forma porque possuem um gigantesco complexo de superioridade e uma mente ilógica.
O homem normal é visto por elas como um inútil, um ser que no máximo deve ser utilizado como provedor e depois deve ser descartado.
Quando uma mulher diz ser “forte” e independente, eu penso no quanto essa piada é sem graça.
Elas só são com relação aos Betas, porque diante de um Alfa elas tremem e aceitam que ele faça o que quiser com elas numa boa.
Essas mesmas mulheres as vezes aceitam ficar sozinhas por meses, dispensando todos os Betas que tentam qualquer aproximação com elas.
Elas só aceitam homens que se enquadram nas exigências insanas delas.
Isso é um símbolo da absoluta desvalorização do homem.
O fetichismo feminino excluiu de forma imediata todos os homens “normais”.

Nas redes sociais elas fazem uma verdadeira lista de exigências somente para aceitar conversar com um homem e são extremamente preconceituosas.
Como a mulher é muito dissimulada, esse preconceito é velado, mas ele existe e é fortíssimo na mulher atual.
Elas exigem dinheiro, “pegada”, músculos, carro (e tem que ser novo) e o cara ainda tem que ser “popular” porque senão ele “cai” no conceito delas de homem “popular” para homem “que ninguém gosta”.

Certa vez, uma mulher me disse:

“As mulheres devem cair matando em cima de você né!
Se elas gostam de você “machista” assim, eu também gosto!”

O que isso quer dizer?

Quer dizer que mesmo eu sendo naquele momento disputado por várias mulheres não valho nada, porque elas só são capazes de enxergar o que as outras mulheres estão fazendo e querendo.
A mulher atual não consegue sentir nenhum desejo sexual genuíno por um homem que não seja dominante.
A “cultura do sex shopp” é uma cultura sexista, que supervaloriza o corpo feminino e despreza o corpo masculino.
É uma cultura que exalta a sensualidade feminina, como se ela por si só fosse capaz de resolver todos os problemas femininos.

As mulheres não admitem, mas quase todas tem muita dificuldade para atingir o orgasmo.

Além da libido feminina ser muito inferior a masculina, o que atrapalha muito a mulher é exatamente essa cultura fetichista.
Elas quase não gozam (muitas morrem sem saber o que é um orgasmo) e colocam a culpa no homem porque o ego e a infantilidade da mulher atual não permite que elas assumam a responsabilidade.
A mulher sente uma profunda inveja da facilidade que o homem tem para chegar ao orgasmo.
Muitas transformam essa inveja em raiva.
Existe toda uma ciência por trás disso tudo, e milhões são gastos em pesquisas somente para saber como manipular de forma mais eficaz a mente feminina e principalmente a mente masculina, porque em última analise quem financia todo essa cultura fetichista são os homens.
Os homens financiam o fetichismo feminino não somente dando seu dinheiro, mas principalmente usando a sua inteligência para criar todos esses apetrechos sexuais que as mulheres usam, ou você acha mesmo que mulher tem cérebro para inventar tanta coisa?

A corrida pelos musculos

Hoje vou falar sobre algo que eu queria falar desde o inicio.
O homem atual sabe que o valor dele na sociedade depende do status que ele tem.
As mulheres são parte fundamental nesse nível de prestigio que um homem pode e quer ter a todo custo.
Aqueles que já foram magrelos ou gordos, sabem o quanto um homem sofre por não corresponder as exigências insanas que as mulheres fazem atualmente para ficar com um homem.
As mulheres adoram homens bombados.
Elas adoram mostrar os caras musculosos que as comeram paras as amigas.
Quando você é musculoso, elas são naturalmente mais submissas, mais prestativas e até o olhar delas muda.
Elas passam a te respeitar muito mais e se o homem tiver um corpo muito acima da média, elas passam a desejar esse homem porque o consideram um macho superior.
O homem que treina sabe a diferença brutal no tratamento que as mulheres dão para os “normais” e para os musculosos.
Até as piadas sem graça do homem bombado se tornam engraçadas para as mulheres.
É mulher que te olha na cara dura na rua mesmo estando junto com seus provedores, as caixas do supermercado se oferecem sem hesitar para homens fortes e com cara de mau, e até mesmo algumas prostitutas que dão de graça se você tiver pegada e for musculoso.

Diante de um cara bombado elas perdem a linha, e as mulheres separam aqueles homens que elas percebem que são mais “bonzinhos” para serem seus provedores e fornecem sexo de primeira para os cafajestes, especialmente se tiver um corpo bem acima da média.

Pesquisas comprovam que principalmente no período fértil, as mulheres procuram homens fortes porque instintivamente elas acreditam que esses são portadores dos melhores genes e elas querem dar para caras que possuem essas características.
Inconscientemente elas acreditam que um filho de homens assim serão superiores fisicamente também.
E pra esses caras elas dão com muita vontade, não fazem cu doce, e ainda comentam com as amigas e esse homem então se torna o comedor oficial de todas elas.
A mulher que está acostumada a dar para homens bombados, sente uma profunda aversão por homens que não possuem um corpo musculoso.
O homem que entende como funciona a mente feminina, é musculoso e tem um carro e nem precisa ser novo, tem grandes chances de comer a família inteira, da mamãe até a última priminha, especialmente se essas mulheres forem de classe social inferior a dele.
Por homens assim elas puxam o tapete das outras e até agridem umas as outras.
Mas elas não desejam o corpo do homem em si, mas sim o que ele representa na sociedade!
Musculos significam um homem fisicamente poderoso e as mulheres veneram o poder, seja ele de que tipo for.
Os homens estão se sentindo muito desvalorizados e estão cada vez mais inseguros.
Eles estão envolvidos em uma espécie de “corrida de cavalos” para ver quem chega primeiro e consegue comer mais.

Essa competição existente entre os homens no mercado sexual é até certo ponto natural, o problema é que o limite da normalidade foi ultrapassado a muito tempo.
Esse limite também foi ultrapassado entre as mulheres, e isso ocorreu ainda mais rápido do que com os homens devido ao ego feminino.
A mídia tem um papel fundamental nisso tudo, porque a mídia valoriza exatamente tudo aquilo que não presta, porque o que é ruim vende muito mais.
A mídia fortalece a cultura dos “bombados” e das “bombadas” porque existe um mercado gigantesco em torno disso.
Entre as mulheres a última moda é colocar testosterona com adesivos subcutâneos para ganhar massa muscular mais rápido e perderem massa gorda, e também ficam com muito mais vontade de dar por causa da testosterona que aumenta muito a libido.

As mulheres adoram homens musculosos e impressiona a diferença de tratamento que elas dão para os caras fortes e o quanto elas desprezam e humilham os “normais”.
Se você um dia foi feio e hoje é bonito sabe do que estou falando.
O homem em seu estado natural definitivamente não é mais capaz de provocar qualquer tipo de desejo sexual nas mulheres.
Somente um homem muito destacado consegue tirar a mulher da inércia sexual em que elas vivem!
O homem percebeu isso e está a todo custo tentando se sobressair na multidão e gastam até o que não tem em suplementos, anabolizantes e academias.
Nesse processo todo, muitos morrem ou acabam ficando com sequelas terríveis para o resto da vida.
Os homens estão tomando qualquer merda que digam para ele que “dá efeito” na tentativa de crescerem mais rápido.

Como a mulher é extremamente fútil por natureza, elas não ligam se o homem é musculoso só porque usa bomba.
Para a mulher, só interessa ter um macho destacado pra desfilar, mostrar para as amigas (e inimigas) e inflar o próprio ego.
O mais interessante, é que 95% dos caras que usam bomba negam esse fato.
E quando um cara que malha mas que não usa bomba diz que o outro só é tão forte porque usa anabolizantes, elas acham que isso é pura inveja e que o outro está tentando “sujar” a imagem de um competidor.
Elas sempre agem assim e acreditam que os homens são iguais!
O ego e a futilidade delas não permite enxergar os fatos com clareza.
Se uma mulher olha um homem em um carro novo, pra ela o que importa é poder desfrutar daquilo, e elas não querem saber se o carro foi parcelado em vários anos ou se foi pago a vista.
A mulher não tem visão das coisas ou finge que não enxerga porque para ela continua sendo vantajoso agir dessa forma.
A mulher que mantém um relacionamento fixo com um homem bombado, acha o assédio das outras mulheres algo extremamente excitante.
Elas negam isso até a morte, mas a verdade é essa!
Se um Alfa trair, ele será perdoado e ainda por cima vai receber como recompensa mais sexo e mais atenção da mulher traída.
Mas se um Beta trair, será chutado sem hesitação, porque a mulher considera ser muito baixo o valor social dele.
As mulheres perdoam não somente as traições, mas todo tipo de comportamento anormal e imoral dos homens ricos e poderosos.

Os homens estão aos poucos, percebendo que quanto mais ricos e destacados eles são, mais eles conseguem mulheres e com mais facilidade.
Isso deixou os homens neuróticos e agora eles querem poder a todo custo.
Um corpo musculoso, carro novo, grana pra pagar tudo para as mulheres e com isso sempre te-las a sua volta é o sonho de todo homem hoje.

Como as mulheres sempre premiam o homem que não presta, hoje até homens românticos e sensíveis por natureza estão se esforçando para serem iguais aos cafajestes.
Porque se eles continuarem sendo bonzinhos, o máximo que vão conseguir com isso será ser transformado em miguxinho das mulheres, o famoso “resolvedor” de problemas e “papel higiênico” emocional delas.
Eu disse isso antes mas torno a repetir, o homem que é muito assediado pelas mulheres se torna arrogante e narcisista.
E essas características são muito valorizadas pelas mulheres, elas adoram um cara que as maltrate.
Quando digo maltratar não estou falando de agressão física, embora muitas também gostem de levar uns tapas sim.
Mas na mente doentia da mulher, essa arrogância é um sinal de superioridade do homem, e elas só conseguem ficar excitadas quando acham que estão levando vantagem.
Nas academias, os caras treinam e a todo momento só falam em como vão comer as vadias na balada.
O narcisismo impera nas academias!
Eu não treino em academia porque tenho nojo dessa cultura que exalta a futilidade acima de tudo.
Quantas vezes eu fui só para conversar com alguns amigos e vejo um merda olhando o próprio triceps no espelho.
O comportamento de 80% dos caras de academia é ridículo!

Está sendo criada toda uma geração de homens broxas, porque os anabolizantes, depois um período superior a 3 anos fazem com que o corpo desaprenda a produzir sua própria testosterona.
O que eu acabei de afirmar não vale para todos os homens, porque cada um tem uma genética diferente, mas vale pra maioria.
O GH tem menos malefícios mas ainda assim tem muitas contra indicações.
Conheço caras de 24/26 anos que sempre levam viagra no bolso quando vão comer, porque o nível de disfunção erétil deles não permite que eles tenham uma vida sexual normal.
São homens que começaram a usar anabolizantes com 17 ou 18 anos, e por terem uma genética mais sensível a essas drogas começaram a sofrer mais cedo com as conseqüências de suas próprias escolhas.
Claro que tem homens que usam anabolizantes a vida inteira e nada lhes acontece de mal, mas esses são uma minoria.
Os playboys chegam a gastar 10 mil reais por ano só pra ficarem bombados, mas não ficam mais inteligentes.
Se as mulheres usam o sexo como moeda de troca para terem o dinheiro dos homens, os homens por sua vez estão usando o dinheiro e o poder para terem o que querem das mulheres, o corpo, o carinho e a atenção delas.

Arnold Alois Schwarzenegger, antes de ser ator foi fisiculturista, o mais famoso deles.
Mas o que ninguém fala é que aos 52 anos, ele foi obrigado a fazer uma cirurgia no coração devido ao uso de anabolizantes e GH por décadas.
E a genética do Schwarzenegger é considerada perfeita, e ele sempre teve o acompanhamento dos melhores médicos do mundo, ainda assim ele sofreu consequências.
O Wikipédia diz:
“Schwarzenegger nasceu com uma valva aórtica bicúspide, uma válvula aórtica com apenas duas cúspides (uma valva aórtica comumente tem três cúspides) ambos pai e irmão tiveram a mesma condição”.
Mas ninguém garante que isso seja realmente verdade.
Nesse filme vemos Arnold em uma competição, notem que um dos seus rivais é Louis Jude Ferrigno o “Hulk” da antiga série de filmes dos anos 80, hoje ele trabalha como Xerife-Assistente do Condado de Los Angeles.

E se você quer começar a treinar, recomendo o Euro Treino!

O narcisismo e o novo padrão de beleza feminino parte 2

Hoje o homem que tem uma relação estável, já sai do serviço pensando em alguma forma de agradar a sua parceira e quanto mais ele a deseja sexualmente, mais ela tem poder sobre ele.
Elas fazem inúmeros sacrifícios para aumentarem a beleza delas porque sabem que dessa forma vão poder exigir mais dos homens.
Mais submissão, mais dinheiro, mais mimos, mais presentes, mais atenção e mais dedicação dos homens para atenderem aos caprichos delas.
A procura por cirurgias plásticas por parte das mulheres, faz parte de uma estratégia de vida da mulher atual.
Quando uma mulher pede para o marido que ele pague implantes de silicone, ela faz isso porque sabe que existe uma grande chance daquele relacionamento acabar em menos de 10 anos.
E quando ela se separar, ela vai ter mais facilidade de disputar com a mulheres da mesma idade que ela, e até com as mais jovens se ela tiver construído ao longo do tempo uma beleza artificial.

É comum as mulheres gastarem com cirurgias ao invés de pagarem uma faculdade ou um curso para aprenderem outras línguas.
A mulher adora ser um objeto de desejo, na verdade toda a sexualidade feminina é baseada no próprio ego, no narcisismo dela e a mulher quer e faz de tudo pra ser o centro das atenções.
As feministas criticam ferozmente as “mulheres objeto” mas são extremamente hipócritas ao não admitirem que a própria mulher quis se transformar em um objeto de desejo que é comprado no mercado sexual, as mulheres lutaram e lutam todos os dias por isso!

A mídia faz eco no discurso feminista de objetificação da mulher, mas também não abre mão de ganhar dinheiro com as mulheres objeto.
Como sempre, a mídia culpa os homens por isso, mas esconde o fato de que são as mulheres que mais saem lucrando com essa exposição feminina.
Na mente feminina, uma mulher que estuda 15/20 anos da vida dela e não vai pra balada, e trabalha outros 30 para conseguir ser rica não passa de uma mulher burra, e aquela que só possui dois neurônios, um pra dar e outro pra chupar, mas que se casa com um ricaço é vista mesmo que de forma velada como uma heroína pelas outras mulheres.
Elas invejam profundamente essas mulheres que conseguem “vencer” na vida apenas usando o próprio corpo.
Isso sim é poder pra elas, e não um diploma.

Os homens precisam tanto de sexo para viver, que não fazem nem 10% das exigências que as mulheres fazem, e os homens não obrigam nenhuma mulher a fazerem cirurgias plásticas ou irem pra academia.
Mas elas não abrem mão de fazerem isso, e tudo porque querem manter a superioridade frente as suas rivais.
Isso reflete uma mente doente, com um profundo complexo de superioridade.
Elas ficam “turbinadas” porque querem prender em uma relação homens destacados, e de preferência que seja o ex de alguma rival.
Os políticos corruptos possuem verdadeiros haréns, tinha um vereador que só na minha rua comia duas mulheres e posso garantir que as duas eram deliciosas.
Detalhe, ele é gordo, calvo, horrível, mas isso pra elas não importa, o que importa é ter poder e se for popular, ai sim elas adoram!
Em nenhuma conversa elas destacavam o quanto eram inteligentes ou cultas, isso pra elas não importava, o que importava para elas é que elas conseguiram prender um homem rico e com prestigio na sociedade somente usando o poder sexual.
E isso virou uma regra entre as mulheres, especialmente nas novas gerações.

As mulheres incentivam os homens a enviarem declarações patéticas de amor nas redes sociais, porque dessa forma elas podem mostrar para as outras o quanto são capazes de subjugar os homens apenas com a beleza delas.
Elas mesmas se tornam objetos porque querem.
A vida feminina hoje se resume a competir com as outras através da beleza, futilidade e arrogância, e elas adoram atrair os homens só pra dar um fora neles depois.
Isso é um sinal de superioridade pra elas, ter o poder sobre o homem.
E elas de fato conseguem obter sucesso na grande maioria das vezes.
A mulheres da nova geração adoram colocar fotos praticamente peladas nos seus perfis e com a linguinha pra fora, igual a perereca faz quando vai comer um inseto e quanto mais comentários elas conseguem que os homens coloquem nas fotos delas, mais felizes elas são.

Narcisismo puro, e repito, toda a sexualidade feminina é baseada no narcisismo delas.
Esse narcisismo faz com que a própria mulher se objetifique sozinha e isso não é culpa dos homens, porque elas poderiam optar por serem mais discretas, mas elas estão fazendo exatamente o contrário e a mídia incentiva tudo isso e quando algo da errado é só culpar o machismo dos homens.

Até os anos 90 no estado de São paulo, as mulheres tinham como padrão de beleza ser magra.
Mas com o aparecimento da mulher carioca nos programas de televisão, elas perceberam que os homens se excitam mais com mulheres peitudas e bundudas, mais do que com as magras ou que não tenham tantas curvas.
Isso provocou uma verdadeira corrida pras academias e clinicas de cirurgias no estado mais rico do Brasil e posteriormente esse movimento se espalhou pro resto do pais.
Não é a toa que o Brasil é hoje o segundo maior mercado do mundo para a indústria da beleza.

Nessa competição pra ver qual é a mais desejada e qual consegue exibir o melhor troféu, as mulheres pobres tem muita desvantagem porque não podem gastar pra ficar “turbinada” como elas gostariam.
Muitas se tornam prostitutas exatamente porque querem construir um corpo perfeito e querem ter esse corpo enquanto ainda são jovens e “poderosas” e podem ganhar muito dinheiro rapidamente vendendo os seus serviços sexuais.
Mas não tem como comparar o sofrimento real e imediato que os homens sofrem quando são pobres com esse vitimismo feminino ao se compararem com as divas da mídia.
A mulher não fica sem sexo porque é pobre e não tem dificuldade de conseguir um namorado ou mesmo um casamento só porque ela não tem grana pra colocar peitos maiores.
O homem entra no mercado sexual com um valor muito inferior ao da mulher exatamente porque a mulher não se importa com o sexo.
A mulher usa o sexo para prender o homem, para conquista-lo e se possível aprisiona-lo em uma relação estável.
O homem não, o homem necessita do sexo para viver, porque para o homem a única maneira efetiva de relaxar e ser realmente feliz é tendo um sexo de qualidade, e a maioria dos homens são carentes e precisam também da atenção e do carinho feminino.
O homem é um ser sexual por natureza, isso faz parte da programação biológica do homem e não são assim porque são “maus” como a midia faz parecer!
Mesmo um homem normal, sem desvios de personalidade que sejam graves pode ter uma ereção involuntária quando uma mulher o provoca com roupas minúsculas.

No mercado sexual, a regra para o homem é essa:
Ou ele tem dinheiro, de preferencia sendo algum “artista” famoso ou ele não tem valor e por consequência fica privado de ter acesso as mulheres, especialmente as mais bonitas porque essas só querem os ricos.
Para a mulher, a regra é essa:
Ou ela é gostosa, ou ela é obrigada a aceitar os homens pobres, mas isso a mulher não aceita e se aceita é por pura falta de opção!
Elas enrolam um certo tempo com um homem pobre só para não serem vistas como uma fracassada pelas outras mulheres, e assim que conseguem um homem mais destacado elas chutam o capacho que aguentou uma quantidade infinita de desaforos, pressões, birras, cu doce e eventualmente as humilhações pra ficar com ela.
A vantagem da mulher no mundo atual é gigantesca em todas as áreas, porque essa vantagem delas no campo sexual acaba trazendo inúmeros outros benefícios para as mulheres.
Se for comparado o nível de sofrimento e de cobranças que pesa sobre um homem e uma mulher no mesmo nível de pobreza, o homem sempre vai sofrer mais.
A mulher sempre tem alguma ajuda, isso quando não recorre a prostituição, já muitos homens de mente fraca acabam indo pro mundo do crime em busca de dinheiro e poder, um poder que lhes trará status e consequentemente mulheres.
Pro homem atual, ter dinheiro não significa apenas ser mais respeitado, mas significa que ele terá acesso privilegiado ao mercado sexual e poderá inclusive escolher qual tipo de mulher ele quer.
O homem que está desempregado fica depressivo, porque percebe que ele está impotente diante da mulher.
O homem por si só não vale mais nada, se ele não tem o que mostrar para a mulher ele será jogado para o fim da fila, e lá permanecerá até o fim de sua vida.
Quanto a mulher, ela pode se dar o luxo de ser aproveitadora a vida inteira, e quando alguém expõe essa verdade, as feministas dizem:
“Isso é a liberdade de escolha que a mulher tem hoje, você é machista!”
Mas essas mesmas feministas nunca vão admitir que as clínicas de cirurgia plásticas vivem lotadas somente porque as mulheres querem ter mais poder sexual, querem poder humilhar suas concorrentes e principalmente querem prender em uma relação estável um homem rico, que deixe a mulher com uma vida confortável após a separação.