A depressão masculina parte 1

A depressão masculina é diferente da feminina em muitos aspectos.
As mulheres entram em depressão principalmente por causa das variações hormonais, por causa do feminismo (sim, o feminismo tornou as mulheres infelizes, mas isso é assunto para outro post) e principalmente porque não conseguem ter todos os seus caprichos atendidos pelos homens.
O homem sofre exatamente porque a mulher atual enxerga os homens com profundo desprezo e arrogância, e apenas utiliza o homem como seu provedor.
Mesmo o homem mais inocente e inexperiente percebe isso, mesmo que ele tenha vergonha de admitir isso e quase todo homem tem vergonha de admitir que para a mulher ele não passa de um carro e um cartão de crédito.
Pesquisas sobre a saúde mental estimam que quase 11 milhões de homens no Brasil (em 2012) sofrem de depressão, mas eles relutam em falar sobre isso porque temem ser alvo de chacotas dos próprios amigos e principalmente das mulheres, porque elas demonstram absoluta insensibilidade com os problemas masculinos.
Claro que por motivos óbvios elas sempre negam isso e dão respostas politicamente corretas na frente das pessoas.
Mas a própria mulher sabe que ela não se importa com nada que venha do homem a não ser que seja um anel de brilhantes.

As mulheres sempre falam muito e agem pouco, gostam mesmo é de chamar a atenção.
Os homens tentam o suicídio 4 vezes mais do que as mulheres e eles dificilmente fazem algo contra si mesmos só para chamar a atenção, a não ser que tenham sérios problemas mentais.
O que quase todos não entendem é que no homem os sintomas da depressão são bem diferentes da depressão da mulher e isso faz com que as pessoas duvidem ou menosprezem a depressão masculina, e isso ocorre há séculos.
As mulheres nunca sofrem caladas e expõem para todo o universo seus sentimentos, verdadeiros ou falsos.
Nos homens é o contrário, e eles tendem a ocultar algum problema ou tentam resolve-los sozinhos.
Inclusive não seria exagero dizer que os homens “vivem” intensamente a sua depressão, enquanto as mulheres esperneam e pedem ajuda das amigas e dos homens!
O homem tende a expor a sua depressão através das suas frustrações (e descontam em quem está próximo a ele) ou se isolam do mundo e ficam submersos em seus próprios pensamentos. Pensamentos esses que na maioria das vezes são abstratos ou então explodem demonstrando uma ira sem motivo aparente.
Percebi que a maioria dos homens tem tendência para fugir da realidade quando estão em depressão profunda e isso inclui assistir filmes durante horas ou ficar o dia todo no computador.
Oficialmente, para cada 2 mulheres em depressão existe 1 homem, mas eu não acredito nessas estatísticas, porque eles dificilmente admitem que tem algum problema porque consideram isso um “negócio de homem frouxo”.

Captura de Tela 2013-10-18 às 03.35.39

Eu acredito que o homem esta muito mais vulnerável do que a mulher no que se refere as chances de ter depressão.
O principal fator nessa diferença é a relutância do homem em admitir que está com depressão, um problema tido como mais “feminino”.
A demora do homem em procurar tratamento médico para seus problemas agrava de tal forma uma doença, que isso acaba influenciando até mesmo na expectativa de vida do homem.
Os homens no Brasil vivem quase 10 anos menos do que as mulheres.
A depressão em estágio avançado pode dobrar os riscos do homem desenvolver doenças cardíacas, diabetes, câncer e outras doenças, incluindo impotência sexual, e pode provocar um envelhecimento mais rápido e até mesmo uma diminuição dos níveis de testosterona.
A morte de um parente, o fim de um relacionamento ou até a ser demitido pode provocar uma grave depressão nos homens mais susceptíveis.
O homem ainda se considera um “caçador” e um “provedor” e perder essa função pode desestabilizar o homem de forma profunda.
É uma sensação estranha de que se está morto, mesmo estando vivo e quando estamos mortos por dentro qualquer emoção nos faz sentir vivos.
Mesmo que sejam emoções ruins.

Captura de Tela 2013-10-18 às 03.37.14

Os homens tem tendência para se refugiar no álcool e nas drogas quando estão depressivos.
Mas isso faz se afundarem ainda mais na depressão.
Foi provado em pesquisas que o álcool diminui a absorção de vitaminas e as vitaminas são essenciais para evitar diversas doenças, inclusive a depressão.
O homem em depressão precisa do apoio da família e daqueles que convivem com ele, mesmo sendo uma fase difícil no qual o homem tende a tratar principalmente a própria família muito mal, porque quer descontar a raiva em alguém.
É extremamente importante o homem que está com esse problema admitir o que tem e se for preciso procurar tratamento, hoje é muito mais fácil e rápido se tratar e ignorar um mal só vai piorar ainda mais a situação.

A megalomania feminina

Estive observando o comportamento das pessoas no supermercado, e percebi atitudes interessantes.
Os homens por terem mais dinheiro(mesmo pagando tudo pra elas) tendem a comprar produtos prontos e mais caros.
Percebi também, que os homens tendem a se concentrar nos locais aonde tem mulher e aonde elas vão, eles vão atrás.
As mulheres fingem não perceber a presença masculina, mas quando tem algum homem por perto elas mudam seu jeito e ficam mais sensuais, e quando estavam na fila só pegavam revistas que tinham mulher na capa (na verdade quase todas tem) e falavam o tempo todo sobre futilidades.
Na fila do caixa, pelo fato da mulher não saber fazer contas, elas ficam sempre em dúvida se receberam o troco certo, e algumas reclamam que receberam o troco errado e que deveriam ter recebido mais.
Para confirmar essa minha teoria, perguntei para 4 mulheres que me conhecem há muito tempo se o meu pensamento estava correto, e todas elas confirmaram que sim, e duas delas inclusive disseram que sentiam muita vontade de agredir as mulheres que reclamavam que o troco estava errado.
Os movimentos das funcionárias e das clientes eram lentos e percebe-se nelas uma preguiça colossal em fazer qualquer tipo de esforço, tanto físico como mental.
As funcionárias paravam a todo momento para ir ao banheiro, algo que os homens não faziam.
Elas ficavam sempre olhando em volta procurando destacados e quem sabe fisgar algum eventual provedor para livrá-las daquela vida de trabalho e salários insignificantes.

Na hora da saída, percebi que a mulher atual realmente tem problemas sérios.
Enquanto eu segurava um engradado de laranja que pesava 3 kilos com o dedo mindinho e caminhava, vi duas mulheres utilizando a mão de obra de dois funcionários do mercado e elas competiam entre si para ver quem abusava mais dos funcionários.
Uma pediu que um funcionário levasse até o carro dela, dois engradados de laranja iguais ao que eu segurava com um só dedo.
A outra fez um funcionário levar duas sacolas com latas de cerveja até o carro e ainda fez ele abrir a porta pra ela.
Nenhuma das duas deu alguma gorjeta para os funcionários que interromperam o trabalho deles só para ajudar as madames.
A verdade é que as mulheres perderam completamente o senso de realidade, hoje, a mulher quer ser tratada como uma “rainha” e isso demonstra que as mulheres estão a cada dia mais megalomaníacas.
Essa exigência de tratamento “especial” que elas exigem dos homens é mais uma idéia vendida pela mídia de que a mulher é um ser perfeito, que foi durante muito tempo humilhado e maltratado pelos homens e que por esse motivo elas agora podem fazer a sua vingança, depois que ganharam todos os privilégios e direitos que os homens deram a elas na sociedade.
Não é preciso ser um gênio para perceber que a mulher atual, não perde uma chance de humilhar um homem, e se a chance não aparece ela faz aparecer.
Percebi que elas estavam sentindo um grande prazer naquela situação, é como se elas estivessem passando a seguinte mensagem:
“Agora quem manda sou eu!”

As mulheres do passado não eram assim.
A mídia ao iludir a mulher com o feminismo e prometendo felicidade sem custos e sacrifícios, fez com que os instintos mais básicos que estavam contidos aflorassem de forma violenta e compulsiva na mente feminina.
Hoje a mulher é compulsiva e megalomaníaca.
Muitos não entendem porque que as mulheres gostam tanto de ir ao shopping.
É porque o shopping, depois das baladas é o melhor lugar aonde a mulher pode deixar aflorar seus instintos de utilitarismo e megalomania.
No passado, o mundo era muito mais pobre e os seres humanos viviam em condições de pobreza extrema.
A falta de tecnologia obrigava os homens a trabalharem de forma escrava em condições terríveis, em turnos que chegavam a 12, 14 horas todos os dias (isso quando não eram obrigados a fazerem horas extras com turnos de até 16 horas, como meu avó era obrigado a fazer em uma fábrica de tintas que ele trabalhou quando era jovem).
Nessa época, os homens não podiam ajudar em quase nada nos afazeres domésticos.
Antes dos homens criarem as tecnologias que facilitaram de forma incrível a vida das mulheres, elas também eram obrigadas a trabalhar duro para cuidar da casa e dos filhos, sempre muito numerosos se comparados aos míseros 1 filho por família que os países ocidentais terão até o fim dessa década.
Mas esse tempo passou, e a vida de homens e mulheres melhorou muito.
Mas enquanto os homens continuaram levando suas vidas sem reclamar ou reclamando pouco, as mulheres passaram a reclamar muito mais do que antes e hoje elas reclamam de forma compulsiva e se dizem perseguidas e sabotadas pelos homens!
Elas reclamam de tudo, do emprego, do próprio corpo, de como são “perseguidas” pelo machismo dos homens opressores, reclamam o tempo todo do tamanho do pau dos homens, se for grande elas dizem que dói e “tira” o prazer, se é pequeno elas dizem que não dá “efeito”(entenda isso como:”Não me sinto sendo arrombada”).

Captura de Tela 2013-10-15 às 21.36.34

A mulher, assim como o homem, sofreu uma lavagem cerebral da mídia, que os fez acreditar que o feminismo e o fim do patriarcado era o ideal para a humanidade, e o resultado disso tudo só não enxerga quem não quer.
A mulher atual é extremamente infantil e mimada.
Elas erram a vida inteira, e mesmo quando as conseqüências de suas escolhas são visíveis, elas insistem em negar a própria responsabilidade.
Junto com a liberdade vem responsabilidade, mas a mulher para variar, só quer sair no lucro!
Elas querem fazer escolhas erradas, mas não querem ser responsabilizadas por isso.
Quando algo da errado, a saída é fácil e foi ensinada pela mídia, é só culpar os homens!
Quando a mulher consegue sucesso, ela é uma mulher bem resolvida e uma vencedora, mas quando ela fracassa a culpa é da sociedade machista e opressora.
Isso revela o quanto a mulher vive fora da realidade, num mundo de delírios de grandeza e conquistas.
Muitos homens também são megalomaníacos, mas a megalomania masculina é mais voltada para a construção de algo “grande” que seja notado e valorizado por todos, ou seja, até a megalomania masculina tende a dar bons resultados quando é bem empregada.
A megalomania feminina é mais egoísta e centrada na realização dos próprios desejos.
Elas não sabem lidar com o gosto amargo do fracasso e só querem a glória do sucesso.
Mas enquanto o homem sabe que nunca terá nada fácil, a mulher exige facilidades sempre!
E se ela não tem o que ela quer, age sempre de forma infantil, isso revela despreparo e passividade.
Elas acreditam que no final, tudo sempre vai terminar como nas novelas e filmes e que tudo vai dar certo sem muito esforço.
Acreditam também, mesmo que elas não falem abertamente sobre isso, que o poder sexual feminino irá resolver tudo.
A mulher ignora completamente o homem em suas escolhas de vida.
Os “projetos” de vida da mulher excluem totalmente os homens, a não ser que o homem possa viabilizar seus desejos.

A frustração das “mulheres bem resolvidas”

Da mesma forma que os homens se acomodaram e se convenceram de que não existe alternativa ao feminismo e a atual situação dos homens, as mulheres se convenceram de que as escolhas delas são perfeitas e que sempre vai trazer vantagens e felicidade.
Tentar convencer, mesmo com provas inquestionáveis de que elas estão erradas é absolutamente inútil.
A lavagem cerebral é sempre fortíssima e não existe forma de reverte-la.
A mulher olha as jornalistas balzaquianas com seus diplomas e vida luxuosa e acredita que tudo isso é mérito 100% delas.
Mas quem conhece o modo como a mídia funciona sabe que isso não é verdade.
A mídia convenceu os homens de que eles são seres inúteis, e as mulheres de que são seres perfeitos, e que podem fazer as piores escolhas sem serem julgadas por isso.
Por esse motivo as mulheres sempre compartilham frases nas redes sociais no qual elas dizem que ninguém deve ser julgado pelas roupas que usa, etc, mas elas mesmas nem olham na cara de um homem que use roupas velhas e baratas.
A mulher, mas principalmente os próprios homens provocaram a desvalorização do homem.
Os ideais de vida da mulher atual demonstram de forma clara como os homens não fazem parte dele.
A mulher não dá valor ao corpo masculino, e valoriza de forma excessiva o corpo feminino e para piorar, os próprios homens erram de forma brutal ao ficarem venerando as mulheres e tratando-as como deusas.
Isso faz a mulher viver num mundo irreal e elas nunca irão mudar se os homens não mudarem primeiro.
Nas redes sociais, elas ficam compartilhando coisas estúpidas que falam sobre os sacrifícios que um homem fez para ganhar o amor de uma mulher.
Mas o contrário, uma mulher fazendo sacrifícios imensos por algum homem é inexistente.
Esses são apenas alguns traços da megalomania narcisista da mulher que sempre existiu mas que nunca teve tanto apoio como tem hoje.
E quem fornece todo o apoio para tornar tudo isso possível são os homens atuais, que são uns eunucos mentais(muitos também são eunucos sexuais e aceitam ser miguxinhos de mulher).
Mas quando a mulher chega aos seus 35/40 anos, a ilusão começa a ser destruída pela realidade.
Mesmo que a sociedade seja muito mais tolerante com os erros das mulheres, elas também sentem os efeitos de suas escolhas de vida baseadas em ideais feministas.
Mas elas não aceitam encarar os efeitos de toda uma vida baseada no egoísmo e futilidade, e a promiscuidade feminina é entendida por elas como uma demonstração de destaque e poder social(exatamente porque elas se baseiam no estilo de vida dos homens ricos que possuem seus haréns com mulheres lindas e elas querem imitar esses homens, porque a mídia as enganou e as fez acreditar que isso traria felicidade).

Captura de Tela 2013-10-15 às 22.31.25

No final, quando não é possível voltar atrás, elas se tornam mulheres amargas e rancorosas.
Muitas passam o resto da vida indo em psicanalistas(gastando fortunas) somente pra reclamar do quanto a vida foi injusta com elas e claro, para demonstrar o quanto sentem raiva dos homens, porque estes não aceitam mais financiá-las e serem tolerantes com seus erros e personalidade doentia.
Quando elas começam a perceber que os homens não estão mais aceitando seu modo de agir e estão apenas aceitando manter relações sexuais com elas, mas se recusando a manter uma relação estável, elas se revoltam!
Elas acabam se tornando ainda mais frustradas e exigentes.
Nas redes de relacionamentos, mesmo mulheres mais velhas insistem em fazer exigências absurdas, que para o homem (o homem que saiu da Matrix) que olha aquilo, tem a impressão de que se trata de uma empresa selecionando candidatos a uma vaga de emprego que oferece um salário mil vezes acima da média.
Mas a realidade é exatamente o contrário, é ela que está procurando um homem que tem um salário muito acima da média.
A maioria das mulheres, após os 40 anos, se tornam misândricas e ensinarão as mulheres mais jovens a destruir os sonhos dos seus parceiros, e elas encaram isso como se estivessem fazendo “justiça” para reparar as injustiças que os homens cometeram contra elas e isso está enraizado de tal modo na mente feminina, que se tornou natural e corriqueiro para elas.
As mulheres dessa nova geração são ainda mais megalomaníacas e narcisistas do que suas mães, porque além de crescerem sendo manipuladas pela mídia feminista, elas ainda encontram um enorme suporte em tudo que fazem, por mais errado que seja, nos homens sem bolas dessa nova geração que simplesmente não sabem dizer não a uma mulher.

Captura de Tela 2013-10-15 às 22.34.48

Um dos sintomas desse delírio feminino, é o surgimento das “mulheres bonecas” que são mulheres, ainda muito jovens, que fazem até mesmo cirurgias plásticas para ficarem iguais a personagens da mídia e bonecas famosas.
A mídia é feminista e além de não educar a mulher, as torna insanas, e vendem a ilusão de que poderão viver toda uma vida de escolhas e atitudes erradas, sem serem punidas e sem sofrerem com as conseqüências de seus atos, já que são poderosas e possuem pleno controle da realidade, inclusive da vida alheia.

Como lidar com a desvalorização do homem parte 2

O homem que não é rico, famoso ou não é um bandido, não tem o respeito da grande maioria das mulheres.
É cada vez mais comum inclusive no ambiente de trabalho, as mulheres tornarem o homem menos destacado a piada da empresa.
Elas se reúnem, e quando estão só entre elas, elas riem e fazem muitas piadas com os nerds, os gordos, os magrelos, os muito pobres, enfim aqueles homens que estão na base da pirâmide social e sexual.
Só sabe dessas coisas ou quem é mulher, ou aquele homem que é mais destacado, porque pra esses elas contam muitas coisas que revelam o que realmente se passa na mente feminina, aquilo que está por trás da mascara.
Esses homens não são valorizados pelas mulheres e se esforçam muito pra ter a atenção e delas.
Como são desprezados, eles normalmente são muito carentes e não querem somente o sexo com a mulher, mas sim algo mais.
Esses homens sofrem muito, e muitos vivem em depressão mas nem se dão conta disso.
A grande maioria dos homens muda o seu comportamento na tentativa de ser aceito pelas mulheres.
Os homens dessa nova geração, além de serem ridículos também não tem personalidade própria.
Eles mudam constantemente o seu comportamento com a intenção de serem notados e mais valorizados pelas mulheres.
Tudo em vão.
O que os homens não entendem, é que a lógica deles não é a lógica feminina.
Os homens raciocinam como um computador, ou seja, de forma “matemática” mas a mulher raciocina de forma emocional e também é levada por impulsos que elas mesmas desconhecem, porque são fatores que estão em sua programação biológica.
Quando o homem percebe que as mulheres não irão valorizá-lo por seu caráter, honestidade, bondade ou simpatia, eles resolvem partir para o plano B.
No desespero para sair da zona da amizade e da invizibilidade, os homens tentam se tornar “astros” e tentam de alguma forma fazer algo que chame a atenção.
Eles compram carros novos, roupas e “acessórios” inúteis que só servem para atrasar ou mesmo impedir o desenvolvimento financeiro do homem a longo prazo.

Quando o homem percebe que ostentando bens materiais e um corpo musculoso ele conseguiu algum nível de destaque, ele acha que finalmente será feliz.
Ledo engano.
O homem que vive dessa forma se torna um escravo de si mesmo, do próprio ego e de seu próprio desejo em querer possuir mais e mais mulheres, e dificilmente vai ser capaz de sair desse círculo vicioso.
Existem homens, que para agradar uma determinada mulher mudam até o estilo de roupa que eles usam ou só vão ao cinema assistir aqueles filmes ridículos que as mulheres gostam, aquelas comédias românticas que sempre mostram um capacho fazendo de tudo pra conseguir o amor de uma mulher.
Elas adoram esse tipo de filme, que serve somente para alimentar o ego delas e pra demonstrar o quanto são capazes de obter o domínio absoluto sobre os homens.
Muitos se tornam irreconhecíveis até para os próprios amigos.
Isso ocorre principalmente com os betas.
Nessa nova geração de homens alguns Alfas também são tímidos, inseguros e extremamente carentes.
A carência afetiva nessa nova geração é quase tão grande quanto a carência sexual.
Somente uma decepção realmente traumática pode corrigir essa deficiência psicológica.
Mas normalmente isso ocorre quando estão mais velhos e perderam muito tempo e dinheiro com mulheres.

Pare para pensar sobre a vida um momento!
O tempo é vida, ou seja se você fica a maior parte do seu tempo fazendo de tudo para ter a atenção e o sexo das mulheres, isso significa que você perdeu a maior parte da sua vida com uma causa perdida!
Faça algo de útil com o seu tempo, algo que vai beneficiar você e a sociedade.
Se você é o tipo de homem que mudou para agradar as mulheres, lamento informá-lo, mas você nunca vai ser valorizado por causa disso.
As mulheres não gostam de homens “acessíveis” que estão sempre por perto oferecendo ajuda, elas gostam daqueles que as desprezam, porque no pensamento distorcido da mulher esse tipo de homem é poderoso e assediado por outras mulheres e portanto é um macho de alto valor a ser conquistado.
Mas desde já posso te dizer, se for pra você mudar, mude por você mesmo e tente ficar rico.
Estude, trabalhe e principalmente economize muito.
Não saia torrando aquele dinheiro que você sofreu pra ganhar em baladas, festas e tantas merdas inúteis só por causa de mulher.
Se for pra fazer algo, faça dinheiro!
Somente o dinheiro será capaz de dar a sua alforria e te tirar da invizibilidade, e fazer com que finalmente as mulheres passem a te respeitar e admirar.
A mulher não gosta do homem em si, ela gosta do símbolo de poder que esse homem representa.

Captura de Tela 2013-10-15 às 02.05.40

Se uma mulher que te conhece por muito tempo, mas nunca se interessou por você, mas depois que você comprou um carro ou está melhorando de vida ela começa a demonstrar interesse, ela só quer o que você pode proporcionar e não gosta de você de forma sincera.
Pelo fato das mulheres estarem se tornando cada vez mais egoistas, elas no máximo fingem que sentem gratidão por algum sacrifício que o homem faça por elas.
Mas quanto mais sacrifício o homem faz, maior o sentimento de superioridade que elas desenvolvem e muitas passam a desprezar tanto esses homens que fazem de tudo por elas, que se tornam incapazes até mesmo de atingir o orgasmo com eles.
O homem que acredita que um dia vai encontrar uma mulher que o amará de forma sincera, está fadado a ser infeliz e a sofrer grandes decepções.
Ao contrário dos homens frios, calculistas e dos cafajestes que conhecem melhor a verdadeira natureza da mulher e nunca se iludem, portanto nunca se decepcionam.
No post Os capachos, eu falei sobre os homens patéticos dessa nova geração, que simplesmente não são capazes de serem felizes sem a aprovação das mulheres, e que buscam constantemente satisfaze-las com o intuito de serem valorizados.
Eles estão completamente cegos, porque são dependentes do “amor” e da atenção feminina para serem felizes, portanto nada mais são do que escravos da mulher e provocam a própria desvalorização.
Somente quando exercitamos o desapego, somos livres e portanto com uma possibilidade muito maior de ser feliz.
Claro que um homem “normal” não vai ficar a vida toda sem sexo, mas fazer sexo não significa que você deve se apegar a elas.
O desapego é a arma mais valiosa para o homem atual!
O que um homem ganha passando nervoso e ficando chateado a cada nova discussão e a cada novo joguinho emocional que elas tanto adoram fazer?
A mulher atual só sabe exigir mais e mais dos homens e usa a beleza e o sexo como arma para obter o domínio total sobre o homem, e muitas deixam o homem pensar que domina a relação, quando na verdade é o contrário.
Se elas nunca vão parar de exigir coisas dos homens, e exigem cada vez mais, de que adianta você ceder um pouco achando que vai resolver?
Um homem deve fazer a si mesmo muitas perguntas antes de entrar em uma relação estável com uma mulher, porque hoje, mesmo quando não existe o casamento elas tem direito a receber uma série de “direitos” que os próprios homens deram a elas.
Hoje, muitas mulheres entram numa relação com um homem somente pensando no que vão conseguir tirar dele quando tudo acabar.
Somente um homem muito poderoso pode realmente despertar a paixão e o “amor” na mulher, e esses mesmos poderosos as desprezam profundamente.
Essas mesmas mulheres que reclamam que são usadas pelos cafajestes, desprezam os homens bons e que dão valor a elas!

Captura de Tela 2013-10-15 às 02.07.52

Preste muita atenção em cada detalhe desse vídeo.
Se ele for muito semelhante a realidade, é mera coincidência.

Como lidar com a desvalorização do homem parte 1

“O Homem tira sua autoestima da honra, as mulheres, do corpo.”

Eu noto que os homens hoje querem aprender a dirigir cada vez mais cedo.
Eles querem ter carro cada vez mais cedo.
Em alguns casos eles acabam morrendo na tentativa de ficarem “bombados” e tomam anabolizantes cada vez mais cedo.
Hoje nas academias, no mínimo 70% dos homens usam anabolizantes ou GH ou os dois, sem contar o gastos gigantescos com suplementos que em 80% dos casos são inúteis, pura ilusão e desperdício de dinheiro.
Eles estão usando remédios para melhorar a ereção mesmo não precisando.
Eles querem ter roupas das melhores marcas mesmo que ainda sequer tenham arranjando um emprego.
Eles querem ir pra “balada” com relógios e correntes ridículas.
Eles querem a todo custo desmoralizar os próprios amigos, e isso quebra uma cultura milenar em que o homem fazia questão de ajudar os seus amigos e não prejudicá-los.
Eles não hesitam em brigar com outro homem por causa de uma mulher e estão cada vez mais inseguros.
Eles estão pintando e destruindo o próprio cabelo para parecer “diferente” na tentativa de serem notados pelas mulheres.

Captura de Tela 2013-10-12 às 20.23.04

Eles fazem de tudo para tirar fotos ao lado de alguma mulher, porque isso lhes confere status de “comedor” e portanto um destaque social.
Eles estão cada vez mais “sensíveis” e se ofendem por qualquer motivo.
Eles agem a todo momento como perfeitos imbecis na tentativa de se destacar do grupo e chamar a atenção.

Por que isso está acontecendo com os homens?

Os homens nunca foram consumistas, nunca foram fúteis.
O homem, ao contrário da mulher não se importa em usar a mesma roupa por vários anos até ela ficar velha pra só depois comprar outra.
Mas os homens atuais estão a cada dia mais consumistas e isso ocorre porque o feminismo destruiu a cultura masculina da rusticidade e virilidade.
Os homens atuais querem ostentar um padrão de vida que não podem ter.
E o homem faz isso porque instintivamente ele sabe que se ele não tiver dinheiro, ele será ignorado e humilhado pelas mulheres.

A desigualdade social no Brasil caiu como nunca antes na nossa história, sendo inclusive estudada como um caso único no mundo de um pais que não cresceu tanto como os outros em desenvolvimento, mas cresceu de forma mais saudável e segura.
Apesar desse avanço, a desigualdade continua muito alta no Brasil.
Nos bares e na balada, você vê poucos homens com várias mulheres em volta, com baldes de Chandon, e a grande maioria sem nenhuma e acuados porque sabem que por mais legais que eles sejam, elas nunca iriam trocar os privilégios somente por um cara legal.

Captura de Tela 2013-10-12 às 20.29.39

Os homens estão desesperados porque são ignorados pelas mulheres que só dão pros Alfas, e quando dão pra eles é porque foram chutadas pelos Alfas.
Os Alfas comem em um mês, mais mulheres do que um Beta come em toda a sua vida.
Os Betas sabem, e eles estão com muita raiva disso.
Mesmo que não admitam, sabem que o discurso politicamente correto das mulheres, que diz que elas não ligam para músculos, dinheiro e poder, não passa de mais uma mentira que elas contam a todo momento.
Isso fez os homens agirem pelo seu instinto de sobrevivência, na disputa pelas fêmeas.
Quando alguma coisa é escassa, acaba sendo brutalmente disputada.
O combustível dos homens é o sexo!

Captura de Tela 2013-10-12 às 20.34.36

Os homens precisam tanto de sexo pra viver, que estão dispostos a arriscar a própria vida para terem sexo.
Nos filmes sobre homens adolescentes é mostrado os imensos sacrifícios que eles são capazes de fazer pra ter sexo.
A mulher consegue ser muito mais fria e calculista nessa hora porque não gosta de sexo.
Em várias pesquisas feitas pelo mundo, inclusive no Brasil, o sexo fica entre as últimas prioridades das mulheres.
Mas para os homens, é exatamente o contrário, o homem quer ser rico pra ter sexo.
O homem sabe que é impossível ele manter uma relação estável com uma mulher sem ter dinheiro.
As mulheres estão cada vez mais consumistas e exigentes, e elas não aceitam ficar com um homem sem status e dinheiro.
Um homem que não aceita pagar nada, se for um Beta, corre o risco de nunca fazer sexo.
No Facebook, Orkut, etc, se um homem for feio, ele nunca vai receber nenhum pedido de amizade de uma mulher.
Somente um homem muito destacado é capaz de tirar a mulher da inércia sexual em que ela vive!

Captura de Tela 2013-10-12 às 20.54.19

Uma mulher só envia um pedido de amizade se ela acreditar que o homem é muito disputado pelas outras mulheres, ou se ela for muito feia ou velha.
O ego gigantesco da mulher atual não permite que elas cheguem primeiro no homem, e se o fazem, é porque elas acham que aquele homem é muito destacado.
Pelo fato das mulheres estarem trabalhando (nem todas) elas ganham o suficiente para se acharem “independentes” e isso fez com que desenvolvessem um gigantesco complexo de superioridade frente ao homem.
O homem nunca teve que lidar com algo parecido antes, então não sabe lidar com essa situação.
A falta de cultura atrapalha demais os homens, se os homens lessem mais e procurassem aprender sobre como funciona a própria mente e como funciona a mente feminina, tudo ficaria mais claro.
Quando algo fica evidente pra nós, não significa que será fácil resolver, mas significa que no mínimo está mais perto da solução.
Como eu disse anteriormente, o homem quer ser rico para ter sexo.
Os homens pobres tentam compensar a sua falta de poder econômico e a falta de status demonstrando mais virilidade.
Ocorre que muitos homens não sabem lidar com a desvalorização deles e acabam se tornando violentos.
A desvalorização do homem está por trás da grande maioria dos casos de violência contra a mulher.
As mulheres são sádicas por natureza, e por isso adoram humilhar e serem humilhadas.
Elas adoram ser humilhadas pelos Alfas, e adoram humilhar os Betas.
Quando um homem leva um fora muito humilhante na balada por exemplo, se ele não tiver uma autoestima muito elevada, e não for capaz de lidar com essa rejeição ele na sua ignorância, pode apelar para a violência.
Por isso, quanto mais pobre o homem for, mais inseguro ele será.
O rico tem a segurança de que será valorizado pelas mulheres por ter dinheiro e prestigio, o pobre não tem absolutamente nada além do próprio corpo e do seu caráter para chamar a atenção das mulheres, ou seja, o homem pobre não tem nada que a mulher queira.

Os homens, quando comem alguma mulher correm contar pros amigos, e aumentam muito o seus feitos sexuais.
Eles fazem isso porque o homem atual acredita que o sexo é a única coisa que ele tem na vida, a única forma que ele tem de expressar o quanto é viril.
A mídia ressalta isso e faz questão de esmagar na cara dos homens comuns, o quanto os homens destacados tem facilidade para ter sexo.
O homem comum tem muita inveja da felicidade dos homens ricos, não tanto pelo dinheiro, mas porque os ricos fazem o que querem com as mulheres e essas ainda saem no tapa por eles.
O homem atual acredita que ele só será feliz se ele tiver muitas mulheres, e essa é a grande fraqueza do homem.
Porque dessa forma a mulher, usando o sexo como moeda de troca consegue dominar por completo uma relação.
Eu já ouvi muitas vezes em conversas entre amigas, as mulheres tirando sarro e fazendo piadas sobre algum homem que elas conheciam que não “pegavam” ninguém.
A própria mulher quer um homem que tenha várias mulheres porque na mente doentia delas, isso significa que aquele homem é um “macho” superior e de alto valor.
Isso faz com que os homens pobres e sem destaque acabem ficando as vezes por anos a fio sem sexo.
Dependendo do nível de libido de um homem, ele pode enlouquecer se ficar muito tempo sem sexo, não é a toa que os governos permitem e em alguns casos até legalizem a prostituição.
A prostituição permite que os homens menos destacados obtenham sexo de forma legal e isso é vital para manter a estabilidade de toda a sociedade.
Essa situação tende a piorar cada vez mais porque quanto mais aumentar o nível de arrogância, futilidade, passividade e utilitarismo da mulher, mais elas só vão querer fornecer sexo para homens destacados e que estão no topo da pirâmide social.
A verdade é que ou o homem fica rico, ou o homem terá que aprender a lidar com a continua desvalorização dele.
Como ficar rico não é tão simples, então que os homens aprendam a lidar com isso.

Captura de Tela 2013-10-12 às 20.16.08