A ignorância é uma benção…?

“Toda verdade passa por três estágios.
No primeiro, ela é ridicularizada.
No segundo, é rejeitada com violência.
No terceiro, é aceita como evidente por si própria.”

Arthur Schopenhauer

Ele está fedendo a merda e a urina, o vômito escorre pelo seu corpo e o vômito está quente, mas ele não pode sentir isso porque esta inconsciente e seu corpo está anestesiado…ele continua dormindo.
Mas se esse homem tivesse consciência da real situação em que ele se encontra, ele seria feliz?

Captura de Tela 2014-02-19 às 00.39.50

O homem que não conhece a natureza da mulher não consegue perceber que a vida toda foi manipulado, roubado e muitas vezes humilhado, mas a verdade é que a ignorância diminui o sofrimento daqueles que tem uma mente fraca e torna a vida desses homens mais suportável.
Somente pequena parte dos homens são realmente capazes de compreender exatamente como as coisas funcionam e não me refiro apenas a estudar a mente feminina porque que sair da matrix é muito mais que isso.
Para mudar a sua vida você precisa mudar quase todos os seus conceitos sobre o mundo e principalmente aquilo que você acredita sobre as mulheres.
Não vai precisar se transformar em um monge, mas necessariamente vai precisar mudar algumas coisas em sua vida.

Um típico “matrixiano” pensa dessa forma quando o assunto é mulher:

1526958_1460905424131087_1844949410_n

Tudo na vida tem tanto fatores positivos como negativos.
Ao começar a estudar a mente feminina o homem retira as escamas que estão em seus olhos e passa a enxergar a verdadeira face das mulheres e também dos homens!

Isso também tem um lado negativo e só sabe disso aquele que realmente estudou a mente humana.
Quando você passa a enxergar as coisas como elas são de fato,  acaba ficando mais “chato” e isso ocorre porque você perdeu a inocência, ou se preferir, deixou de ser um ignorante.

Você  sabe o porque de cada atitude tanto dos homens como das mulheres e com isso pode eventualmente tentar se transformar em um “justiceiro” que a todo momento tenta desmascarar as mulheres e sua mentiras infinitas.
Mas fazer isso no seu dia a dia é inútil e só vai prejudicar você porque a lavagem cerebral que as mulheres e os seus amigos sofreram é tamanha, que você pode até acabar sendo acusado de ser um “doido” e muitas vezes pode ser acusado de misoginia, porque nos dias atuais a palavra de uma mulher vale mais do que a palavra de mil homens.

A maior prova disso são os recentes casos de mulheres em várias partes do mundo que assassinaram friamente seus companheiros e foram libertadas pela “justiça”.
Obviamente se essas mulheres fossem homens, teriam sido condenadas mesmo se a quantidade de provas do crime fossem menores.

Qualquer homem que faça qualquer comentário que não seja um elogio a uma mulher hoje se torna imediatamente alvo de críticas fortíssimas, e não somente das mulheres mas principalmente dos próprios homens.
O sistema transformou a grande maioria dos homens em zumbis e esses não pensam duas vezes em sair em defesa de uma mulher, mesmo se ela estiver errada.

Captura de Tela 2014-02-19 às 00.42.14

No “mundo” virtual isso é ainda mais comum, alguns são tão ridículos e sem noção que ao fim da discussão acreditando que tem alguma chance de conseguir sexo real ou virtual acabam pedindo o contato da mulher que está sendo “vítima” de um homem “machista” e “opressor”, na maioria das vezes essa mulher atende ao pedido do mangina (Man em inglês+vagina, expressão criada nos EUA e que quer dizer que o homem vive em função da mulher) só para passar um recado aos outros homens e o recado nessa hora é:
“Seja obediente, faça tudo o que eu ordeno e nunca me questione e assim vai poder ter a minha atenção e o que eu tenho entre as pernas” e o cara que se recusou a lamber o chão que ela passa acaba saindo como um derrotado, um “pega-ninguém” ou um “viado enrustido” que odeia mulher.
Mas na realidade o grande vitorioso é exatamente o homem que não é escravo da mulher, esse será livre e se souber levar a própria vida será muito mais feliz do que os capachos que tiraram sarro dele para defender a “honra” da mulher atual que como nós sabemos é um ser puro e angelical.
Ao conhecer a “real” você irá mudar e vai conhecer um mundo até então desconhecido pra você.
Não prometo que você vai gostar do que vai descobrir, mas prometo que depois de um ano lendo, discutindo e observando o comportamento das mulheres, você só vai ser enganado e fazer papel de otário novamente se quiser.

Para saber qual é o objetivo desse blog, clique aqui

Entre nos grupos ligados a esse blog no facebook, os links estão aqui

Leia a maior obra do mundo sobre como lidar com as mulheres escrita por Nessahan Alita e comece a sair da matrix!
Baixe o livro grátis clicando aqui

Leia também o livro de Esther Vilar: O Homem Domado
Baixe o livro grátis clicando aqui

Por quê as mulheres adoram cafajestes? Parte-1

Existe um consenso mesmo entre os homens mais distraídos, sobre os cafajestes: eles fazem muito sucesso com as mulheres!
Muitos homens que são desprezados pelas mulheres sonham em ser cafajeste, tentam ser um cafajeste a todo custo, porque sabem que assim terão mais sexo a um custo muito mais baixo.
Eles acreditam que estão certos e dificilmente mudarão de idéia quanto a agir sem escrúpulos.
O fato é que o cafajeste contribui tanto quanto a mulher com mentalidade feminista para a degeneração da sociedade.

Clique na imagem para ampliar.

Captura de Tela 2013-10-14 às 17.42.33

‪Eu sempre acreditei que cafajeste era tudo igual, até começar a trabalhar num bar.‬
‪A dona, uma engenheira de família rica, com 51 anos, bonita para a idade.‬
‪Ela ia quase toda semana para a Europa e namorava um velho de 62 anos do tipo vivido e malandro.‬
‪O velho era boa pinta, mas ainda assim era um velho de 62 anos.‬
‪Mas ele fazia muito sucesso com as mulheres, inclusive com aquelas que eram bem mais novas do que ele.‬
‪Sei de tudo, porque ele fazia questão de me contar muita coisa.‬
‪E o que ele não me contava, a cozinheira contava.‬

Captura de Tela 2013-10-11 às 02.38.25

‪Ela deixava ele cuidar do bar, e enquanto ela estava fora, ele roubava muito.‬
‪Roubou mais de 100 mil reais dela em menos de 1 ano.‬
‪Além de roubar, ele deixava as prostitutas que trabalhavam nas casas de massagem da região irem comer lá de “graça” em troca de sexo.‬
‪Tinha dia que ele tomava 2 viagras e passava mal.‬
‪A cozinheira sabia de tudo, e além de contar para as irmãs da dona, contou para a própria dona do bar.‬
‪Mas não adiantou nada, porque além da mulher não acreditar nela, ainda pensou que ela havia mentido porque não ia com a cara dele.‬
‪Ele andava armado, e fazia questão que todos soubessem disso, mas era extremamente educado e simpático.‬
‪Ele era o típico cafajeste psicopata.
Era um satanista convicto e a namorada sabia disso, mas evitava falar sobre esse assunto.‬
‪Certa vez, a dona o pegou no flagra comendo uma cliente “amiga” dela dentro do banheiro do bar.‬
‪No final da noite, eles discutiram e ele deu um soco no olho dela, e depois fez vários disparos nas janelas do bar.‬
‪Cerca de 15 dias depois, eu chego um pouco mais cedo no bar e observo a dona na cozinha, fazendo a comida para o cafajeste com todo capricho e carinho.‬
‪Não fiquei surpreso, porque sempre soube dessa tara que as mulheres possuem por bandidos e cafajestes.‬
‪Convivi durante 7 meses com esse cafajeste, e também pude observar um outro tipo de cafajeste.‬
‪Esse outro tipo era um professor de Tango, e trabalhava numa escola ao lado do bar, e também era cliente assíduo do bar.‬
‪Esse é um outro tipo de cafajeste, o falso romântico.‬
‪Apesar de feio e pobre, ele também comia muito.‬

‪Primeiro vou abordar as características do cafajeste psicopata, por ser o tipo que mais faz sucesso com as mulheres.‬

‪As características mais marcantes do cafajeste psicopata:‬

‪1-Insensibilidade extrema com requintes de sadismo.‬
‪O cafajeste psicopata é‬ extremamente insens‪í‬vel.
Ele n‪ão‬ gosta de ninguém, nem da própria família, mas finge se importar.
Ele despreza todos os jogos emocionais, reclamações e choros e ainda pune a mulher com mais desprezo e traições cada vez mais visíveis.

2-Ego‪í‬smo extremo.
O cafajeste psicopata, nunca se preocupa em agradar, e enxerga a mulher como um objeto sexual.
No sexo, ‪é extremamente dominante, soca sem dó‬ e s‪ó‬ se importa com o próprio prazer.
N‪ão hesita em fazer chantagem para ter sexo com alguma mulher.‬

‪3-Narcisismo.‬
‪O cafajeste psicopata, acredita que nasceu para ter tudo o que a vida oferece de melhor e acredita que fazer sexo com muitas mulheres é o maior símbolo de virilidade.
‪Nunca descuida da aparência, e sempre procura ostentar símbolos externos de poder, porque sabe que o status atrai a mulher e a deixa mais submissa.‬

‪4-Misoginia.‬
‪O cafajeste psicopata, é misógeno.‬
‪Ele é‬ educado, na maioria das vezes finge que respeita as mulheres, mas na verdade odeia todas as mulheres.
Ele acredita que est‪á‬ acima da lei, e tudo o que faz, visa unicamente o próprio prazer sexual.

O cafajeste psicopata, ‪é‬ sempre o tipo de homem mais lembrado nas conversas int‪í‬mas femininas, e também o tipo de homem mais valorizado por elas.
Por ser extremamente dominante e s‪á‬dico, atrai mais as mulheres masoquistas e machistas.
Obviamente, elas sempre v‪ão‬ negar que s‪ão‬ machistas, porque esse machismo ‪é‬ inconsciente na mulher.
A mulher atual ‪é‬ feminista no modo como vive no dia a dia, mas ‪é‬ machista tanto na hora de pagar a conta, como na hora de escolher os homens, porque s‪ó‬ aceitam ficar com homens dominantes, nunca com um homem que pareça ser inferior a ela.

Captura de Tela 2013-10-11 às 02.36.56

Agora vou falar sobre o outro tipo de cafajeste, o cafajeste falso romântico.
O cafajeste falso romântico age como um mangina, mas s‪ó‬ at‪é‬ conseguir sexo, depois ele simplesmente passa a ignorar a mulher.
Normalmente esse tipo de cafajeste teve alguma grande desilusão amorosa no passado.
Ele s‪ó‬ n‪ão‬ ignora uma mulher depois que consegue sexo, se essa mulher fornecer sexo de excelente qualidade a baixo custo, ou se proporcionar alguma vantagem financeira pra ele.

As características mais marcantes do cafajeste falso rom‪â‬ntico:

1-teatralismo.
O cafajeste falso rom‪â‬ntico, ‪é‬ um fingido, um ator.
Ele representa o tempo todo para conseguir a confiança de todos, para aumentar seu c‪í‬rculo social e se tornar mais popular.
Normalmente, esse ‪é‬ o cara mais popular da turma.
Com as mulheres, finge ser romântico e as vezes at‪é‬ submisso, mas at‪é‬ conseguir o que quer.
Normalmente, esse tipo teve alguma grande decepção amorosa no passado, e hoje desacredita totalmente no amor feminino.
Ele entende perfeitamente que o amor feminino est‪á‬ condicionado a uma s‪é‬rie de exigências, e as fortes emoções‪ fazem parte desse pacote.‬
Normalmente depois que a mulher descobre que s‪ó‬ foi usada por ele, ela fica ainda mais apaixonada, mas essa paixão também ‪é ‬falsa.
Se no in‪í‬cio a motivação da paixão dela eram os agrados e as fortes emoções, agora a motivaç‪ão‬ ‪é‬ o ego ferido.
Ela n‪ão‬ quer aceitar que foi s‪ó‬ mais uma usada por ele, e no desespero, abre m‪ão‬ at‪é‬ do próprio orgulho ao ir atr‪á‬s do cafajeste para tentar fazer com que ele se apaixone de verdade por ela, provando assim pra ela mesma que ela n‪ão‬ ‪é‬ igual a todas as outras que ele usou.

2-Egoismo.
O cafajeste falso rom‪â‬ntico n‪ão‬ ‪é‬ egoísta no sexo, mas ‪é‬ muito egoísta emocionalmente.
Ele acredita que no fundo nenhuma mulher ‪é‬ capaz de amar um homem, e ele simplesmente n‪ão‬ ama.
O cafajeste falso romântico trata as mulheres sempre na base do elogio, sempre alimentando o ego, porque sabe que a mulher além de narcisista, é viciada em fortes emoções.
Esse tipo de cafajeste, possui grande habilidade para manter um har‪é‬m cheio das famosas mulheres “lanchinhos” porque age o tempo todo como o “safad‪ão‬” da turma.
Mas ele s‪ó‬ age assim, porque sabe que as mulheres adoram homens safados que demonstrem ter pegada.

Reflexões sobre os dois tipos de cafajestes

Os dois tipos tem algo em comum: ambos possuem um faro extremamente aguçado para perceber mulheres de baixa autoestima ou que estão passando por uma fase de altos e baixos, no qual se sentem inseguras e procuram no homem dominante a segurança que falta a si mesma.
O cafajeste sociopata ou psicopata, além de misógino, é manipulador e não sente absolutamente nada além de ódio por qualquer mulher.
Enxerga como funciona a mente feminina e manipula a mulher até o limite, então é capaz manter a mulher na “reserva” por acreditar que no futuro poderá usar aquela mulher em algo que lhe seja útil.
Esse tipo, é o mais recompensado pelas mulheres, por ser extremamente dominante e proporcionar fortes emoções.
Só recebem, mas nunca dão nada em troca, e ainda serão eternamente lembrados pelas mulheres que eles usam e depois abandonam.

Captura de Tela 2013-10-03 às 22.15.37

Por quê os cafajestes são tão valorizados?
Porque são autoconfiantes e muitos são insanos, e por se destacarem, se tornam o troféu que as mulheres tanto adoram exibir.
O homem pode ser estúpido com ela e até mesmo agressivo, mas se em público ele causa inveja nas rivais, elas o isentam de ter que retribuir como os outros homens são obrigados.

Captura de Tela 2013-10-11 às 02.32.35

O cafajeste falso romântico, é mais maleável, mas definitivamente não acredita no amor feminino e enxerga a mulher como um ser dissimulado e utilitarista.
Esse sabe lidar melhor com o ego feminino, e até brinca com a necessidade feminina de trocar o sexo por exibicionismo e fortes emoções.

A grande pergunta que os homens se fazem, é: qual o segredo dos cafajestes?

Existem diversos fatores que contribuem, como dinheiro, fama e poder, mas mesmo os cafajestes pobres fazem sucesso com as mulheres.
Fazem sucesso porque proporcionam as fortes emoções que elas exigem para fornecer sexo e atenção.
A mentalidade feminista da mulher atual fez com que elas se tornassem burras o bastante para suportar homens que não prestam, em troca de fortes emoções que só um homem dominador e safado pode proporcionar.
Os cafajestes fazem sucesso porque as mulheres são masoquistas e viciadas em fortes emoções, de preferência emoções malignas, como ansiedade, dúvida, angústia e medo.
Adoram se auto afirmar a todo momento, porque são inseguras e preferem ser infelizes ao lado de um troféu, do que receber carinho e romance contínuo do homem bonzinho, mas que não traz fortes emoções!
Captura de Tela 2013-10-11 às 02.34.40

Gosta de drones? Drones mais baratos é na loja Só Drones

Mente Forte

Fico puto com a frouxidão desses moleques de hoje, nem pelo no corpo eles tem, PKP!
Saiba disso: se você for homem, NINGUÉM terá pena de você porra!
É dever de todo homem NASCER um Espartano.
Já abordei no Blog Detonando a Matrix com fatos e dados REAIS que provam o que deveria ser óbvio para a sociedade: as maiores vítimas sempre foram, são e sempre serão os homens!
Portanto se você nasceu com um pênis cara, não se iluda, levante-se diariamente e vá para a batalha.
Lute o bom combate, vença na vida de forma honrosa e não envergonhe sua família.
Lembre-se, nos livros de história do passado, presente e do futuro, só existirão homens que fizeram história, porque bunda e peito caem, mas aquilo que os homens de valor construíram em prol da humanidade permanece.

Força e Honra.

Porque homens não gostam de balzacas

Aviso: esse post não é meu, e foi originalmente postado nos grupos da real no orkut há vários anos.

Das garotas que conheço, TODAS preferem homens acima delas para compromisso.
Só topam homens inferiores para aventuras fugazes, geralmente bombados.
.
“homens que fogem de relacionamentos com mulheres que são consideradas melhores que eles são INSEGUROS”
.
Eu diria INTELIGENTES.

1- Para o homem, os diplomas da mulher pendurados na parede valem tanto quanto papel higiênico.

2- Homens preferem mulheres novinhas, pois estas dão de 10 a 0 nas balzaquianas em todos os quesitos interessantes aos machos: juventude, beleza, entusiasmo, fertilidade.

3- Mulheres profissionais fodonas são menos femininas. Vide médicas, executivas e professoras universitárias.
Não são meigas e delicadas com os companheiros.
Um verdadeiro pé-no-saco.

4- Homem não foge de porra nenhuma.
Abriu as pernas, ele tá dentro.
Só não vai casar, lógico.
Não é trouxa.
(Quem se casaria com uma manda-chuva?
Só pra dar o golpe-do-baú mesmo).

5- Há uma mania das mulheres em confundir MEDO com DESINTERESSE quando se fala que os homens não querem as fodonas.
Deve ser porque o ego delas não aceita a realidade dos fatos.

6- A mulher tem mais chances de se sentir infeliz com um homem inferior.
Preciso explicar?

7- O homem se sente mais feliz com uma mulher inferior. Afinal, ele pode exercer seu papel de macho provedor e protetor.

8- Mulheres superiores ao seu homem têm mais chances de trocá-lo por algo melhor.
As mulheres NUNCA estão plenamente satisfeitas.
SEMPRE buscam melhorias, pois são utilitaristas.
Ainda mais com um macho fraco do lado.

9- Mulheres fodonas dão menos atenção à família e aos filhos, pois o trabalho rouba o seu tempo.

10- Balzaquianas-solteironas-cheias-de-diplomas: vocês deram atenção as suas carreiras e não pensaram em ter família e filhos antes, NÉ?
Agoram curtam o seu lindo apartamento de 600 metros quadrados… vazio!

Porque as mulheres adoram se fazer de vítimas parte 5

Hoje, as mulheres controlam quase 70% da renda no Brasil e nos programas sociais dos governos ocidentais elas sempre são as mais privilegiadas.
Nas universidades, elas são 60% dos estudantes, e portanto possuem a garantia de que os melhores empregos serão delas.
A vida das mulheres, é muito melhor do que a dos homens.
E elas continuam se fazendo de vítimas e reclamando sem parar!
O vitimismo feminino nunca vai acabar, porque enquanto ele for aceito, mais privilégios elas vão conseguir.
Enquanto o vitimismo feminino continuar sendo tolerado e até alimentado, mas privilégios elas terão e mais paranóicas elas vão ficar!
Essa paranóia existente no pensamento coletivo da sociedade, que faz todos acreditarem que elas estão sendo mal tratadas e oprimidas, alimenta a loucura e estimula o desejo de vingança na mulher.

Captura de tela 2012-12-15 às 19.05.45

Quando é do interesse da mulher, ela se faz de “mulherzinha” e diz que só errou porque as mulheres são naturalmente mais emotivas e sem tanta malícia.
Isso também serve para conseguir que os políticos, quase todos homens, continuem aprovando mais e mais leis que privilegiam a mulher, em detrimento do homem, criando uma sociedade de castas.
Mesmo a mulher não se interessando pela política, ela é capaz de convencer a todos, incluindo os políticos de que ela merece e precisa ter privilégios.
Que sociedade é essa que aprova leis e mais leis que beneficiam as mulheres em detrimento dos homens, mas que continua sendo taxada de sociedade opressora e machista?
Isso não faz o menor sentido!
Para a mulher, é muito vantajoso se esconder atrás do rótulo de frágil e perseguida pelos homens.
Os erros femininos são cada vez mais aceitos pela sociedade, e o mais impressionante é que ninguém na mídia toca nesse assunto.
Quando é do interesse da mídia, a mulher é apresentada como um ser emotivo, mais pacifico, honesto, enfim, moralmente superior ao homem.
Hoje, tudo o que é masculino é relacionado ao maligno, violento, sujo e o feminino, ao sensível, frágil, angelical.
Certa vez, uma feminista enviou uma mensagem pra esse blog, dizendo isso:
“O homem é o pior tipo de animal que existe!”
Não é só as feministas que pensam assim, quase toda sociedade foi convencida a acreditar piamente nisso.
Mas isso tudo sempre é usado para conseguir mais privilégios para o sexo feminino.
A idéia é “domesticar” o homem, mas por mais feminino e obediente que o homem se torne no futuro, ele nunca vai deixar de ser usado como o álibi perfeito para justificar os erros e fracassos femininos.
O masculino, sempre será associado ao mal, para justificar eternamente a incapacidade feminina em lidar com a própria liberdade e poder.
Uma sociedade madura, no qual as mulheres assumam seus próprios erros, jamais vai existir e elas vão continuar acusando os homens, pelo simples fato de que os homens são homens.
O crime está justamente em ser homem, o homem já nasce prejulgado pela sociedade!
As mulheres vivem quase 8 anos a mais do que os homens, e essa diferença tende a aumentar.
Vivem mais, e se aposentam 5 anos mais cedo.
Nunca ouvi nenhuma feminista tocar nesse assunto, incrível!
A mulher atual, tem todo o privilégio que os homens jamais tiveram, mas sem ter os deveres que os homens sempre tiveram.

Captura de Tela 2014-03-11 às 23.20.35

Ser mulher no século 21 é muito lucrativo, porque ninguém cobra nada da mulher, muito menos responsabilidade e ser mulher hoje, é viver uma vida fácil sem poder ser criticada por isso.
Mesmo em países como a Suécia, aonde o masculino foi virtualmente extinto, elas reclamam e se dizem vítimas do machismo.
No ocidente, o que vemos é a absoluta submissão do homem aos devaneios femininos.
Em todo ocidente, os cofres públicos sofrem com o peso do feminismo.
O grande talento do feminismo, é manter a mulher na eterna condição de vítima, vítima que deve ser defendida a todo custo.
Se o homem usar o vitimismo, é execrado pela sociedade
Se o homem faz escolhas ruins na vida, ele dificilmente terá algum apoio, não vai poder reclamar e ainda será taxado de fracassado, inferior, e as mulheres vão ver esse homem como um fraco, um “pega ninguém” etc.
O homem sem poder, jamais será aceito e perdoado pela sociedade.
Para o homem comum, a vida é uma guerra diária!
Agora, se uma mulher reclamar, por mais patética que seja a reclamação, ela será ouvida e todos farão o possível para resolver o problema pra ela e se os amantes, parentes e vizinhos não resolverem, o governo resolve.

Captura de tela 2012-12-05 às 06.00.35

Se a mulher não tem aonde cair morta, ela ainda assim será respeitada e valorizada pela sociedade.
A mulher não é excluída por todos quando fracassa, só pelo fato de ser mulher ela já foi prejulgada como um ser merecedor do perdão, da complacência, que merece ser feliz, viver mais e melhor do que o homem, mesmo se errar o tempo todo.
Todo ano, são assassinados entre 10 e 12 vezes mais homens do que mulheres.
Ninguém se importa.
Pra sociedade, a morte do homem é normal, algo que talvez signifique menos um animal no mundo, alguém que se tivesse vivido mais um pouco, talvez pudesse fazer mal ao próximo.
Nas redes sociais, todos compartilham imagens de protesto contra animais mal tratados ou que foram mortos de forma cruel, mas ninguém faz nada com relação aos milhares de homens assassinados todo ano.
A vida do homem só tem sentido, se ela for usada pra salvar a vida de outras pessoas, especialmente mulheres.
O homem que espera alguma benevolência da sociedade está completamente cego e iludido.
Converse com algum médico ou médica e pergunte sobre a imensa quantidade de mulheres que chegam nos hospitais com a cara toda arregaçada por bandidos e cafajestes.
Os mesmos bandidos e cafajestes, que elas dizem adorar nas redes sociais e no dia a dia, os malandros que elas adoram, porque segundo elas:
“O homem canalha tem um gingado quando anda, e uma pegada incrível!”
Pois é, e mesmo depois de levarem uma surra, terem até alguns ossos quebrados, elas voltam pra eles!!
Pergunte a qualquer médico pra confirmar se estou mentindo aqui.
Elas vão nos hospitais, destruídas, e dão as desculpas mais esfarrapadas para pouparem os psicopatas e cafajestes que as comem.
Na Inglaterra, uma mulher pode matar, e se alegar que estava de TPM na hora do crime, será absolvida.
Com os homens, as penas são maiores, e a presunção de culpa é infinitamente maior.
Somente a mulher possui o direito da presunção de inocência.
Como eu postei anteriormente, 90% dos moradores de rua são homens, e ninguém fala sobre eles.
É como se a sociedade dissesse, de forma implacável:
“É isso que vocês homens merecem!”
Ninguém se importa com o sofrimento masculino.
O sofrimento do homem vira motivo de piada pra todos.
Se algum homem tem um problema mental ou psicológico, ou sofre algum trauma, se ele tiver muita sorte, terá alguém da família ao lado dele, e só.
As mulheres desprezam de forma cruel os homens mais limitados.
Elas não sentem o menor remorso em rejeitar homens com algum trauma.
Pra elas isso faz parte da seleção do mais forte, algo bem darwinista mesmo.
A vida do homem é muito mais difícil e solitária do que a da mulher.
Observe que quando um homem faz aniversário, poucos se importam com ele, mas quando é uma mulher, todos vão lá no facebook ou até ligar pra ela pra dar os parabéns, a mulher é muito mais feliz e valorizada do que o homem mas acusa o homem de ser mau e opressor!
O homem, definitivamente, não tem o direito de exercer seu vitimismo.
Portanto, quando as mulheres dizem que gostariam de viver igual aos homens, elas mentem.
A mulher atual se acostumou de tal forma com seu vitimismo infinito, que elas são incapazes de ficar alguns dias sem reclamar.
Enquanto os homens são obrigados a encarar de frente seu erros e pagar o preço por eles, a mulher ri e lucra com cada erro masculino.
Quanto aos erros femininos, os homens vão continuar pagando caro por cada um deles, e estão fazendo isso com um sorriso no rosto!

Captura de tela 2012-12-15 às 19.04.15

Porque as mulheres adoram se fazer de vítimas parte 4

A opressão na sociedade atinge principalmente os homens

Claro que existem mulheres que vivem oprimidas.
Mas existem muito mais homens mal tratados e oprimidos do que mulheres.
Alguns dados que provam isso:
Segundo pesquisas nos EUA, cerca de 33% das acusações de Violência sexual são falsas:
No Brasil não existem estatísticas, mas acreditam que seja em torno de 30%.

Dependendo da região as estatísticas podem variar a até 77%!


Segundo Eugene Kanin:
“Estas
 falsas declarações parecem servir três objetivos principais às
 declarantes:
fornecer um álibi, procurar vingança, e chamar a atenção e
 procurar compaixão.”
17% das denúncias da lei maria da penha se provaram falsas.
40% das vítimas de violência doméstica são homens

94% das mortes e acidentes industriais acontecem para homens

75% de todas as internações em clínicas para tratamento de vício em droga
 vem de lar sem pai

42% dos que se formam na universidade são homens

75% dos divórcios são requerido por mulheres

30% dos pais que registraram uma criança em seu nome ao fazer um teste de DNA descobrem que NÃO SÃO os pais biológicos

85% das crianças que apresentam distúrbios de comportamento provém de lar sem pai

71% das desistências no ensino médio são de lares sem pai

60% MENOS verba é destinada pelo governo para pesquisas sobre câncer de
próstata em comparação à verba destinada para pesquisas sobre câncer de
mama a despeito de vitimarem igualmente

80% dos suicidas são homens

63% dos suicídios de jovens estão relacionados a lares sem pai
92% dos assassinados no Brasil são homens

82% dos moradores de rua são homens

90% das crianças de rua provém de lares sem pai

85% das detenções juvenis provém de lares sem pai

97% das mortes em combates desde a Guerra do Golfo foram de homens

90% dos pedidos de guarda por parte do pai são RECUSADOS.

Captura de Tela 2013-08-26 às 19.57.16


Mulheres agridem mais, segundo estudo recente.
Elas batem. Eles apanham.
Destaco esse trecho da matéria:
“Numa pesquisa em São Paulo, 22% das meninas eram agressivas. Quase o dobro dos meninos”
Como essa pesquisa provou, a mulher está agredindo mais do que os homens, mas a agressão feminina causa mais danos emocionais do que físicos.
A mulher atual faz o que quer, na maioria das vezes escolhe o errado, alimenta o mal ao invés de incentivar o bem, e no final culpa os homens.
Nas cadeias, as filas de mulheres que vão dar e entregar drogas e armas para os bandidos é imensa, e numa conversa com um agente penitenciário, ele me disse exatamente isso:
“Cara, é de dar nojo! Elas saem no tapa por bandidos!”
Embora seja um estuprador e assassino confesso, Pereira recebeu no primeiro mês de sua prisão mais de mil cartas de mulheres com declarações de amor e de admiração.
O assassino em massa norueguês Anders Breivik recebe pilhas de cartas de amor!
Acredito que somente esses poucos exemplos de como a mulher atual alimenta o mal na sociedade, já é o bastante para se ter uma idéia do quanto são ilógicas e incapazes de fazer as melhores escolhas.

A megalomania e o ego guiam a mulher com mentalidade feminista

Nem é preciso ir ao shopping para notar que as mulheres possuem fortes tendências a futilidade.
A falta de interesse por tudo que é lógico aliado a complacência da sociedade, faz com que a mulher não sinta necessidade de raciocinar sobre as conseqüências de suas próprias decisões.
O resultado disso é elas se deixam levar pelo narcisismo e competição sexual entre elas, e com isso não amadurecem nunca.
Amadurecer, não significa fazer tripla penetração aos 14 anos, mas sim ser capaz de admitir e aprender com os próprios erros e até com os erros alheios.
Amadurecer, significa entender que os filmes e novelas, são ficção e que a vida real exige humildade, coragem e maturidade.
A megalomania e a imaturidade, faz as mulheres exigirem dos homens a vida das mulheres que elas invejam na mídia.
Elas exigem que os homens financiem uma vida de luxo e futilidade, e se o homem se recusar, é imediatamente taxado de machista opressor!
Quanto mais elas se baseiam na vida das celebridades como parâmetro de comparação com a própria vida, mais exigentes e irrealistas elas se tornam.
E a tendência é piorar, porque quanto mais os homens continuarem submissos, e aceitando pagar por sexo, mais elas vão acreditar que estão certas em levar uma vida baseada no egoísmo e promiscuidade!

Captura de Tela 2013-08-26 às 19.56.45

Misândria: Homens são descartáveis partes 3 – 4

Porque as mulheres adoram se fazer de vítimas parte 3

Certa vez, vi uma mulher dizer a seguinte frase em um programa de tv:
“Sabe, nós mulheres só ficamos felizes quando estamos infelizes, porque tudo que é certinho demais, enche o saco!”
Que beleza hein, bela lógica essa da mulher atual!
Depois de fazer de tudo para ter o pior na vida dela, ela dá um jeito de arranjar um culpado pela própria incapacidade de fazer boas escolhas e da falta de inteligência dela.
E só existe um culpado por tudo: o machismo.
Se o pai quer que ela pare de ir na balada pra estudar, é opressão machista.
Se alguém diz que fazer sexo sem preservativo é perigoso, ela xinga e diz que o corpo é dela e tem o direito de fazer o que quiser com ele.
Mas quando engravida ou pega alguma doença, corre para pedir ajuda!
Se algo não sai como o planejado por elas, elas surtam, e normalmente quem paga o preço são os pais, parentes e até os vizinhos.
No fim, a sociedade paga pela absoluta incapacidade do feminismo de trazer felicidade pra mulher atual, que está cada vez mais perturbada e doente, inclusive tomando todo tipo de remédio que em sua maior parte são pagos pelo estado, ou seja, todos nós.
No ocidente, os governos fazem de tudo para alimentar ainda mais essa loucura da mulher atual.

A covardia da mulher moderna e o uso do vitimismo como escudo

A mulher atual está obsessiva em exibir uma suposta felicidade baseada em ideais feministas.
Mas existe um grande problema nisso tudo, os homens também possuem vontade própria.
E quando elas se deparam com homens que não aceitam fazer parte da megalomania delas, elas taxam todos os homens de machistas e retrógrados.
Em nome de uma suposta liberdade de escolha, muitas preferem a solidão a ficar com um homem que não aceite as imensas exigências e os caprichos da mulher atual.
No passado, os homens precisavam fazer a maior parte das escolhas, e a história provou que os homens decidiram pela família.
Mas com o pós feminismo, a família foi destruída, e isso prova que a mulher não optou pela família.
Todas as pesquisas provam que os homens se apaixonam primeiro, e desejam se casar e ter filhos muito mais do que as mulheres.

Captura de tela 2012-12-15 às 19.06.30

Claro que os homens não são perfeitos, mas não tem como negar que os homens tomam a maioria de suas decisões com a razão ao invés da emoção.
Conforme o feminismo avança, os padrões de decisão deixam de ser masculinos, para se tornarem femininos.
Isso significa que ao invés da razão, o critério passa ser a emoção.
Os homens estão cometendo um erro terrível ao começar a seguir o padrão de escolha feminino, porque as mulheres escolhem muito mal!
Elas dão sexo selvagem e sem limites para os alfas, bandidos e cafajestes, e só quando não tem mais alternativa, aceitam, a contragosto ficar com algum “bonzinho”.
Nos próprios comentários que elas fazem entre as amigas ou mesmo nos blogs femininos, elas expõem de forma cabal toda a hipocrisia da mulher atual.
Elas querem ter toda liberdade para errar, e promover o errado, mas não aceitam nenhuma crítica e ainda culpam os homens pelos próprios erros.
Nas empresas, quando elas erram, sempre mentem e culpam outra pessoa, ou então mentem dividindo a culpa com outros, mas nunca assumem os próprios erros!

Captura de tela 2012-12-15 às 19.03.36

Nos lugares aonde eu trabalhei, eu cansei de ver e de comentar com os homens do trabalho sobre essa capacidade da mulher de mentir com tanta naturalidade.
Todos eles concordaram comigo, quando eu disse que elas mentem e se fazem de vitimas, porque acreditam que isso nada mais é do que uma “legítima defesa” da mulher contra o machismo opressor dos homens.
Enquanto elas não mudarem, e não passarem a admitir suas falhas e escolhas equivocadas, e ainda contarem com a ajuda dos homens elas nunca vão amadurecer.
O homem, ao relevar o erro da mulher, alimenta ainda mais essa imaturidade, covardia e amoralidade da mulher.
Quanto mais livre e “independente” a mulher for, mais ela tomará atitudes erradas, porque são emocionais.
Elas nunca vão mudar, e é preciso que os homens entendam e aceitem esse fato.
Portanto quem deve mudar são os homens, porque somente assim elas mudarão.
Infelizmente os homens atuais são incapazes de se impor, não através da força óbvio, mas através da razão.

‪Misandria – Homens são descartáveis partes 2 – 4‬

Porque as mulheres adoram se fazer de vítimas parte 2

Mais uma vez, peço que antes de começar a ler esse post, assista com atenção esse vídeo, no qual uma mulher desmascara a farsa do vitimismo feminino, que é alimentado pela mídia e pelo feminismo.

O vitimismo, é usado pela mulher da mesma forma que a cultura da pegada, mas para obter outros tipos de vantagens.
A mídia, sempre retrata a mulher como um ser mais inocente, honesto, indefeso, uma vítima de uma sociedade machista e opressora.
Quando a mulher comete algum crime, a mídia sempre tenta fazer alguma conexão com alguma suposta influência maligna dos homens sobre ela.
Como por exemplo no caso em que a assassina esquartejou o corpo do marido, e a mídia com total apoio das feministas, inverteu os papéis, e de psicopata a mulher passou a ser a vítima!
Mas será que se fosse o contrário, a sociedade teria aceitado essa inversão com tanta facilidade?
Nas conversas, elas culpam os homens por tudo, principalmente pelo sofrimento amoroso delas e até quando são demitidas, a culpa é do machismo!
Interessante observar que nas redes sociais, quando pela milésima vez alguma mulher vai reclamar de algo, imediatamente várias outras se juntam a ela e os homens apoiam e o que se vê depois é um circo de horrores.
Quando algum homem reclama, é taxado por todos de “molenga” e frouxo, e por aí vai.
Ou seja, enquanto as mulheres reclamam o tempo todo na grande maioria das vezes sem nenhum motivo, apenas para chamar a atenção, a sociedade esmaga imediatamente qualquer pretensão do homem em expor seu sofrimento!
Aos homens, está reservado apenas o direito de trabalhar para financiar os imensos privilégios que a mulher atual possui na sociedade, e nada mais.

Captura de Tela 2013-08-26 às 19.57.01

Não pode sequer tentar expor a realidade porque será execrado por todos, até pelos próprios homens.
Devido ao fortíssimo complexo de superioridade da mulher atual, elas acreditam que é injusto elas sofrerem por qualquer motivo.
Se ela trabalha em uma empresa, e tem um nível de produtividade 20 ou 30% inferior aos homens, e recebe menos, ela vai taxar isso de opressão machista da sociedade, e jamais vai parar para enxergar os fatos de forma madura e realista.
Mas se ela ganha o mesmo que eles, mesmo com menor produtividade, ela se cala e ainda acredita que não estão fazendo nada além da obrigação deles de tratá-la de forma privilegiada pelo fato de ela ser mulher.

O show de vitimismo nas redes sociais

A mulher pobre, que trabalha muito e ganha pouco, nem tem muito tempo para reclamar, embora também reclame muito.
Mas as mulheres “bem sucedidas” reclamam absurdos por qualquer motivo.
A patricinhas reclamam que tem uma bunda ou peito pequeno e que gostariam de colocar silicone, e toda semana a mesma que reclama da baixa autoestima dela, dá dezenas de foras nos Betas.
As meninas de hoje tem muita pressa de entrar no mercado sexual para competir com as mulheres mais velhas.
Elas são compelidas a fazer isso pelo próprio ego e instinto de procriação, e necessitam a todo custo provar sua superioridade frente as fêmeas rivais.
Então começam a dar muito cedo, e para variar, só para os piores caras.
Quando são “usadas” e depois chutadas pelos cafajestes e bandidos que as enrabaram, elas ficam dias seguidos postando frases e dizeres sobre desilusão com os homens e amor não correspondido.
Mas elas só reclamam se elas forem chutadas, porque se são elas que dão o fora, aí tudo muda, e o vitimismo dá lugar ao sarcasmo no mural do facebook, tudo com total apoio das mulheres e dos homens capachos de hoje.
A mulher que usa o vitimismo para chamar a atenção, não é vítima de mais nada além do próprio ego e infantilidade dela!

Captura de tela 2012-12-15 às 18.49.27

Se ela encarasse a vida de forma realista e madura, saberia que existem coisas na vida muito piores do que ser ignorada pelo Alfa da faculdade.
Se o cara não quis come-la, ela sai dizendo para todos que ele é gay ou um machista ignorante porque ele não aceita a promiscuidade ou o passado sexual dela.
Na mente da mulher atual, o homem não tem o direito de dizer não!
Elas simplesmente não aceitam ser contrariadas em nenhum aspecto da vida.

Misandria – Homens são descartáveis parte 1

Porque as mulheres adoram se fazer de vítimas parte 1

Antes de começar a ler esse post, assista esse vídeo.
O que os homens fazem pelas mulheres.

“Se eu fosse bonitão, gostosão e diretorzão você não acharia pegajoso.
Sua opinião de mulher é sempre a mesma merda, culpando o homem por tudo enquanto vocês ficam lá paradas só observando e escolhendo o melhor macho sem fazer porra nenhuma, sem sofrer de ansiedade pra abordar, sem sofrer de solidão, sem ter que ser fodão em tudo o que faz pra ter a minima chance de dar um beijo numa mulher descuidada e sem graça.
Se enxergue.”

Pobretão de vida ruim

Existem basicamente 2 características psicológicas que nascem com uma mulher: a dissimulação e o vitimismo.
Ambos estão intrinsecamente ligados.
O vitimismo, é uma extensão da dissimulação.
Se você parar para observar, vai notar que as pessoas que mais se utilizam do vitimismo, são também as mais dissimuladas e manipuladoras.
Ninguém pode negar que as mulheres adoram fazer o papel de vitimas!

530297_381522261939949_911204241_n

Durante milhares de anos, os homens sempre levaram a pior em tudo: desde morrer em guerras e assassinados, porque a quantidade de homens que são assassinados é 12 vezes maior do que o de mulheres, passando por trabalhar como escravos em jornadas de trabalho que chegavam a 16 horas por dia para levar o sustento para a família, até serem os últimos a abandonarem o navio em nome do “mulheres e crianças primeiro”.
Resumi muito, mas existem milhares de exemplos de como os homens são muito mais oprimidos do que as mulheres.

Captura de tela 2012-12-15 às 18.50.07

Como a própria matéria que postei no link sobre trabalho escravo prova, os homens sempre serão as maiores vitimas da sociedade.
Mas os homens continuam calados, e até certo ponto passivos, sem atitude.
O jovem masculinismo brasileiro é somente uma gota no oceano, e não tem a menor possibilidade de alterar essa realidade em grande escala.
Mesmo sendo historicamente privilegiadas pela sociedade, as mulheres conseguem fazer todos acreditarem que elas é que são as vítimas!
Sobre esse assunto, recomendo ler o livro O sexo privilegiado do historiador Martin Van Creveld.
Nesse livro, o historiador prova que os homens cometem um erro colossal ao tratar a mulher como mera vítima de uma suposta sociedade machista e opressora.
A mulher atual, que se diz tão ou mais capaz do que o homem, nunca abrirá mão do papel de vítima, porque isso é extremamente conveniente para ela.
O vitimismo que as mulheres com mentalidade feminista fazem questão de alimentar pode ser visto nos mínimos detalhes, é só ficar mais atento e observar.
Quando a mulher atual consegue alcançar algum êxito, a sociedade concede a essa mulher todo o mérito, mas se a mesma estiver sofrendo, sempre será encontrada alguma forma de culpar os homens.
Certa vez, resolvi analisar durante 1 mês as frases de msn e facebook das mulheres que eu conhecia.
O resultado foi esse:
Aproximadamente 45% das frases/dizeres eram de puro vitimismo, exemplo:
“ESSE SORRISO EM MEU ROSTO..HOMEM NENHUM VAI ROUBAR……”
30% eram de auto afirmação, exemplo:
“NÃO SOU MULHER DE COISAS FRACAS, SOU MULHER DE COISAS FORTES DE PERIGOS E ADRENALINAS”.
20% eram de provocação social, algo que a mulher “moderna” adora fazer com todos, especialmente com as rivais, exemplo:
“Olhe pro meu corpo e chore, você nunca vai ter o que é meu, olhe pro meu corpo e chore, você é uma comédia, eu sou mais eu! Chora recalcadaaaaaaa!!!”
5% Eram frases de grandes filósofos, que elas postam com o intuito de passar a imagem de mulher inteligente e culta, quando na verdade querem mesmo é engolir porra dos bombados na balada(mas só depois que eles pagarem tudo para elas, óbvio).

Captura de tela 2012-12-15 às 18.56.57

A amoralidade e a paranóia da mulher com mentalidade feminista parte 3

A necessidade de autoafirmação

Para se auto afirmarem como femêas dominantes, e para conseguir atrair os homens mais destacados, as mulheres investem pesado no próprio corpo.
Interessante observar que elas vão a um cirurgião plástico e colocam um silicone inventado por homens, com equipamentos criados por homens, e depois que ficam mais gostosas se sentem superiores a todos os homens!
Depois elas inflam o próprio ego postando fotos nas redes sociais que os homens criaram, capturam algum otário provedor bem mansinho e ficam se vangloriando disso nas conversas com as amigas.
A mulher atual vive como um parasita, e quem permite isso são os frouxos dessa geração de homens “sensíveis”.
Elas trabalham, mas vivem de forma alucinada e para conseguir manter esse padrão de vida, sugam os homens sem remorso.

A educação das mães ensina isso desde o início para as filhas, e a mídia que sempre apóia o feminismo também ajuda a incutir a idéia de que a mulher que se preserva e não quer ser promíscua está se submetendo ao machismo dos homens!
Não existe meio termo para as mulheres com mentalidade feminista, ou elas se preservam e com isso são taxadas de submissas e sem personalidade, ou elas se “libertam” e vivem de forma hedonista para se auto afirmarem como mulheres fortes e independentes.
A mulher atual acha ridícula a idéia de que deve fazer algum sacrifício por um homem, mas exige inúmeros sacrifícios dos homens para fornecer sexo, sendo o dinheiro o primeiro deles.
Mas essa força toda da mulher tem prazo de validade.
O prazo termina quando o tempo se encarrega de deixá-la feia.
Com o fim da beleza, chega ao fim também a capacidade de manipular os homens.

As mulheres quando são jovens, usam para justificar sua promiscuidade um suposto apoio dos homens.
Mas os homens que apóiam a idéia de que a mulher não precisa se preservar, são justamente os piores homens!
A mulher acredita que o cafajeste aceita a promiscuidade dela porque ele é “moderno” e não é machista, mas a verdade não é essa.
São os cafajestes que não querem nenhum tipo de compromisso, e por esse motivo dizem não se importar com o fato das mulheres darem para centenas, as vezes milhares de homens.
Mas esses cafajestes não tem planos de ficar com uma mulher até ela envelhecer e perder seu poder sexual.
Eles só querem comer e jogá-las fora, porque não se apegam sentimentalmente como os bonzinhos.
Mas ao invés das mulheres agirem de forma lógica e optarem por se preservar, elas preferem se tornar lanchinhos de cafas.

Nada na história da humanidade desvalorizou tanto homens e mulheres como o feminismo.
Ambos se tornaram descartáveis, o homem muito mais claro, mas a mulher também quando ela envelhece.
Depois de levar uma vida inteira baseada no egoísmo, na promiscuidade e utilitarismo, a mulher envelhece e se torna descartável, porque no fundo os homens sabem que elas foram arrogantes a vida inteira, e que sempre usaram os homens.
Mas nenhuma feminista vai alertar a mulher atual sobre isso, porque no ideal feminista, tudo o que é do interesse dos homens é machismo!
O homem segundo o feminismo, não tem o direito de escolher uma mulher que não seja promíscua, por isso as feministas odeiam quando ouvem uma mulher dizendo que quer se casar virgem, e hoje as feministas estão muito felizes, porque não ouvem mais esse tipo de “besteira”.
Mas a mulher feia, está na base do mercado sexual, nunca vai ter sucesso pensando assim, porque as gostosas podem arranjar algum trouxa quando envelhecem, mas as feias não.
Se a mulher engravidar e o cafajeste sumir, a mulher vai culpar todos os homens por isso.
Elas erram a vida inteira por terem ideais feministas, mas nunca culpam o feminismo por nada!

A amoralidade e a paranóia da mulher com mentalidade feminista parte 2

Parece que aconteceu algum problema e não está sendo possível ler a parte 1, então aqui vai o link da primeira parte desse post:

https://detonandoamatrix.wordpress.com/2012/11/02/a-amoralidade-e-a-paranoia-da-mulher-com-mentalidade-feminista-parte-1/

O importante é ser feliz e não se é certo ou errado!

Nada vai para frente sem regras.
Sem ordem não existe progresso.
A mulher atual encara um modo lógico e correto de levar a vida como uma forma de opressão criada para regular o comportamento feminino.
O principal meio de poder feminino, e portanto de autoafirmação, é o corpo e o sexo.
Por isso elas gritam tanto quando alguém critica o comportamento e a promiscuidade da mulher atual.
Sem poder usar o sexo como arma, a mulher atual se sente “capada”.
Não é a toa que as feministas criticam tanto a virgindade feminina.

Elas encaram a atitude da mulher que se preserva, que prefere não ser promíscua, como um ato de submissão ao machismo dos homens.
Isso faz com que as mães criem as filhas com uma mente paranóica, no qual se controlar, ser maduro, realista é o mesmo que impedir a si mesmo de ser feliz.

O sexo como um meio de inclusão social

As mulheres e os homens começam a fazer sexo cada vez mais cedo, porque fazer muito sexo se tornou um símbolo de status na sociedade.
É como se alguém que faz mais sexo do que a maioria tenha um corpo superior, e por isso é mais desejado.
Mas para homens e mulheres, fazer muito sexo leva a uma banalização da vida afetiva.
Fazer sexo de forma intensa, transformou a relação homem/mulher em uma panacéia.
Ninguém leva mais ninguém a sério!

Para a mulher, fazer sexo requer ao menos na teoria, um maior nível de responsabilidade.
Hoje a mulher encara fazer sexo com muitos homens como uma questão de ser superior ou inferior as outras.
A educação feminista prega que a mulher não deve esperar aparecer um homem com quem a mulher deve se casar e sim que ela faça sexo com quantas pessoas ela quiser, homens e mulheres.

Um exemplo do quanto isso está sendo forçado na mulher atual é o livro 50 Tons de Cinza.
O livro 50 Tons de Cinza foi a prova final.
A prova final e inegável de que as mulheres não gostam de sexo.
Elas ficam lendo essa merda de livro enquanto milhões de homens estão “caçando” e até pagando para que as mulheres façam sexo com eles!
Coitadinhas, se elas tivessem a experiência de ser homem por um dia, finalmente entenderiam o que é ter tesão de verdade.

Estudo associa perda da virgindade à incidência de divórcios.

As meninas de hoje, crescem com a ilusão de que poderão viver de forma hedonista a vida inteira e que tudo sempre vai dar certo.
Já abordei o papel da mídia e a lavagem cerebral que a mulher sofre desde a infância.
Mães que criam filhas sem regras, e pais covardes e omissos são responsáveis por tudo o que está acontecendo atualmente.
Essa idéia de que a mulher não deve ouvir o homem, causa imensos estragos na vida de ambos, e desembocou numa guerra dos sexos.
A incapacidade da família em educar, junto com a mídia que propaga valores feministas, criou monstros.
Um exemplo: a mulher atual é capaz de chamar seu animal de estimação de “meu bebê” e no dia seguinte fazer um aborto sem a menor crise de consciência!
Elas chamam isso de “liberdade de escolha” da mulher moderna, sem se dar conta de que se tornaram psicopatas.